Ronda passa por cirurgia e só deve voltar em dezembro ou janeiro

Dana White contou, em entrevista, que ex-campeã passou por uma pequena intervenção no joelho

Ronda (foto) sofreu sua primeira derrota como profissional diante de H. Holm. Foto: Josh Hedges/UFC

Ronda (foto) sofreu sua primeira derrota como profissional em 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

Sem lutar há sete meses, desde quando perdeu sua invencibilidade no MMA profissional e o cinturão peso galo do Ultimate, Ronda Rousey não deve fazer seu retorno ao octógono em no UFC Nova York, marcado para novembro deste ano, como se imaginava. Em entrevista, o presidente Dana White revelou que Ronda passou por uma cirurgia no joelho e só deve estar apta a atuar no fim deste ano, ou no início do próximo.

Veja Também

UFC 199 terá inovação com pesagem 30 horas antes do evento
Aldo se vê ‘voando baixo’ para luta com Edgar no UFC 200
Apesar de cirurgia, Weidman projeta luta no UFC Nova York
Werdum aparece com R10 e Tyson gravando filme de Van Damme

Ronda Rousey… Não sei. Eu espero ter Ronda de volta ainda neste ano. Ela, na verdade, acabou de passar por uma cirurgia no joelho. Nada muito sério, só abrir, dar uma olhada e limpar a região um pouco. Mas ela se sente ótima. Seu espírito está ótimo e ela vem treinando”, disse o dirigente, em entrevista à “ESPN”. “Se ela lutar, eu espero que ela lute em dezembro. Se não, então, provavelmente ela vai lutar no evento de Ano Novo que fazemos no início do ano seguinte”, completou.

O dirigente ainda reafirmou que Ronda vai voltar disputando o cinturão, não importa quem seja a campeã, mesmo que a dona do título no caso seja sua algoz Holly Holm. “Se a Miesha Tate ainda for a campeã, então ela vai lutar com a Miesha. Quem quer que esteja com o cinturão, essa será a adversária da Ronda. Lesões acontecem neste esporte. De vez em quando alguém sai e outra pessoa entra. Eu não estou dizendo que a Holly Holm não pode ser campeã na época em que a Ronda voltar. Então, quem quer que esteja com aquele cinturão lutará com a Ronda quando ela estiver pronta”, concluiu.

Aos 29 anos, Ronda Rousey tem um cartel profissional de 12 vitórias e uma derrota. Primeira campeã feminina do UFC, Ronda manteve seu cinturão por seis defesas consecutivos e em novembro do ano passado foi brutalmente nocauteada por Holly Holm. Sua algoz, no entanto, também não durou muito tempo com o título e foi finalizada por Miesha Tate no último mês de março.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments