Anderson dificilmente lutará no UFC 200, diz treinador

Luiz Dórea diz que chances são pequenas de ex-campeão retornar às lutas no histórico evento de 9 de julho

Anderson não deve lutar no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

Anderson não deve lutar no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

Retirado do UFC 198, no mês passado, após ter se submetido a uma cirurgia na vesícula, Anderson Silva traçou o UFC 200, em julho, como meta para seu retorno ao octógono. Contudo, as chances de os planos saírem do papel são pequenas, segundo contou seu treinador de boxe Luiz Dórea.

Veja Também

Entenda o problema que tirou Anderson do UFC 198
Com fortes dores abdominais, Anderson Silva está fora do UFC 198
‘Anderson pensa em voltar no UFC 200’, revela treinador
Anderson Silva volta a treinar após cirurgia que o tirou do UFC 198

Anderson recentemente voltou a treinar na academia X-Gym, no Rio de Janeiro. Caso de fato tivesse uma luta agendada para o início de julho, os preparativos do ex-campeão já deveriam estar a todo o vapor. Segundo Dórea contou ao site norte-americano “MMA Fighting”, é “muito difícil” que o brasileiro seja escalado para atuar no histórico evento.

Antigo campeão dominante na categoria até 84 kg, Anderson não vive boa fase. Sua última vitória foi em outubro de 2012, quando bateu Stephan Bonnar no Rio de Janeiro. Depois disso, o atleta perdeu duas vezes para Chris Weidman, teve uma luta sem resultado contra Nick Diaz e voltou a ser derrotado contra Michael Bisping.

O UFC 200 será realizado no novo ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA). O evento terá como luta principal o duelo entre Daniel Cormier e Jon Jones, válido pelo cinturão dos meio-pesados. Na mesma noite, José Aldo encara Frankie Edgar pelo cinturão interino dos penas, e Miesha Tate defende o título galo feminino contra Amanda Nunes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments