Kimbo esperava transplante de coração quando morreu, diz jornal

Segundo ‘Sun Sentinel’, lutador estava prestes a ser transferido para outro hospital quando faleceu na última segunda (6)

Kimbo faleceu aos 42 anos de idade. Foto: Divulgação

Kimbo faleceu aos 42 anos de idade. Foto: Divulgação

Kimbo Slice, lutador de MMA com passagens por UFC e Bellator, estava na fila para um transplante de coração pouco antes de morrer na última segunda-feira (6), na Flórida, nos Estados Unidos.

Slice, cujo nome verdadeiro era Kevin Ferguson, havia passado mal em casa e se dirigiu ao hospital com fortes dores abdominais, falta de ar e náusea. De acordo com o jornal norte-americano “Sun Sentinel”, ele foi internado na UTI após ser diagnosticado com problemas cardíacos e com um tumor no fígado – o que não necessariamente significa que se trata de um câncer no órgão.

Veja Também

Lutador do Bellator, Kimbo Slice morre aos 42 anos de idade
MMA reage com tristeza à morte de Kimbo Slice
Dada 5000 diz que chegou a morrer em luta no Bellator

A família do atleta havia sido comunicada de que Kimbo precisaria de um transplante cardíaco. O lutador estava prestes a ser transferido a um hospital em Cleveland, Ohio (EUA), onde ficaria na fila imediata para obter um novo órgão. No entanto, ele não resistiu e faleceu ainda no local.

Kimbo, que tinha 42 anos de idade, ganhou fama nos Estados Unidos no início da década passada, com vídeos de lutas amadoras que realizava no quintal de casas. Devido ao seu sucesso, Slice foi convocado pela organização EliteXC, onde fez suas primeiras quatro lutas profissionais de MMA.

Depois de bater nomes como os veteranos Tank Abbott e James Thompson, Kimbo foi nocauteado por Seth Petruzelli, o que afetou diretamente a popularidade do EliteXC. Além disso, Petruzelli revelou na época que a organização havia pedido para que ele entregasse a vitória ao popular Slice – o EliteXC não resistiu ao escândalo e fechou suas portas.

Em seguida, Kimbo participou do reality show The Ultimate Fighter, em edição que somente contava com lutadores pesos pesados. Apesar de ser eliminado rapidamente diante de Roy Nelson, o atleta fez duas lutas no UFC, derrotando Houston Alexander e perdendo para Matt Mitrione.

Anos mais tarde, Kimbo assinou com o Bellator e fez sua estreia na organização em 2015 ao bater o ex-UFC Ken Shamrock. No início do ano, ele protagonizou um dos combates mais polêmicos da história do MMA, contra Dada 5000, em que ambos mostraram grande despreparo físico e técnico. Durante a luta, Dada 5000 sofreu uma parada cardíaca e problemas renais, mas acabou se recuperando.

Kimbo estava programado para fazer revanche com James Thompson no Bellator 158, em 16 de julho, na estreia da organização na Inglaterra. Ele deixou seis filhos e uma namorada de longa data.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments