UFC 201: Wilson Reis finaliza estreante e bate recorde

Único brasileiro do card obteve submissão mais rápida da história da categoria dos moscas diante de Hector Sandoval

Reis venceu no UFC 201. Foto: Divulgação

Reis venceu no UFC 201. Foto: Divulgação

Veja Também

Disputa por cinturão dos meio-médios lidera apagado UFC 201
Lawler entra como favorito para defesa de cinturão no UFC 201
Lutador sofre com perda de peso e é cortado do UFC 201

Depois de uma verdadeira montanha-russa de emoções, Wilson Reis teve desfecho feliz no UFC 201, evento realizado neste sábado (30), em Atlanta, nos Estados Unidos. Na terceira luta da noite, o brasileiro despachou de forma rápida o estreante Hector Sandoval e, de quebra, bateu um recorde na divisão dos moscas.

Originalmente, Reis faria a segunda luta mais importante do evneto, em disputa do cinturão da categoria até 57 kg. Contudo, o campeão do peso, Demetrious Johnson, se lesionou, e o brasileiro teve de aceitar um outro adversário em cima da hora.

Mesmo com uma luta de muito menos apelo, Reis mostrou seriedade no octógono. Após bons golpes de Sandoval na trocação inicial, o brasileiro clinchou e levou a luta ao solo. Os dois se embolaram por alguns instantes, até que Wilson caísse por cima, nas costas do adversário. Dali em diante, bastou ao brasileiro encaixar o mata-leão e finalizar a luta, a 1min49s de ação, a submissão mais veloz da história da divisão dos moscas no UFC.

Desta forma, Reis conquistou sua segunda vitória consecutiva no UFC, já que vinha de resultado positivo contra Dustin Ortiz. Sandoval, em contrapartida, acumulou a terceira derrota na carreira, interrompendo uma sequência de quatro triunfos seguidos.

Resultados do card preliminar do UFC 201:

Nikita Krylov nocauteou Ed Herman (chute alto) aos 40s do R2

Jorge Masvidal derrotou Ross Pearson na decisão unânime dos juízes (duplo 29 a 28, 30 a 27)

Anthony Hamilton nocauteou Damian Grabowski (socos) aos 14s do R1

Wilson Reis finalizou Hector Sandoval (mata-leão) a 1min49s do R1

Michael Graves x Bojan Velickovic terminou em empate majoritário (30 a 27, duplo 28 a 28)

Demien Brown nocauteou César Arzamendia (socos) aos 2min27s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments