‘Fedor não merece ser chamado de maior de todos’, diz Overeem

Holandês considera que russo, por nunca ter assinado com o UFC, adotou o ‘caminho mais fácil’ após o fim do PRIDE

Overeem (foto) disputa título do UFC em setembro. Foto: Divulgação/UFC

Overeem (foto) disputa título do UFC em setembro. Foto: Divulgação/UFC

Um assunto que gera muita discussão entre os fãs de MMA diz respeito a quem seria o maior lutador de todos os tempos da modalidade. O peso pesado Fedor Emelianenko, que marcou história nos tempos de PRIDE, é um nome frequentemente mencionado. Contudo, Alistair Overeem considera que o russo não merece tal título.

Veja Também

Dana White exalta resistência de Fedor e se mostra aberto a contratá-lo
Fedor abre as portas para superluta contra Brock Lesnar
Fedor diz que está mais perto que nunca de assinar com o UFC

O holandês, que pode se tornar no mês que vem o novo campeão da divisão dos pesados, acredita que Fedor não se testou o suficiente desde o fim do PRIDE, em 2007. Enquanto que muitos nomes da organização japonesa migraram automaticamente para o UFC, o russo adotou outro caminho.

“Não acho que Fedor mereça este título, porque ele nunca assinou com o UFC. Ele meio que sempre tomou o caminho mais fácil. Não me entenda mal, conheço Fedor pessoalmente e gosto dele. Ele é uma pessoa muito humilde e legal. Ele teve uma excelente passagem pelo PRIDE, mas, depois disso, nunca se testou de verdade. Ele deveria ter assinado com o UFC e tomado o caminho difícil. O UFC é onde temos a categoria mais difícil. Toda luta é dura – não há oponentes fáceis ou lutas fáceis”, opinou, em entrevista à rádio norte-americana “Sirius XM”.

Ex-campeão dos pesados do Strikeforce, Overeem enfrenta Stipe Miocic, campeão do UFC, no dia 10 de setembro, em Cleveland (EUA). O duelo será a atração principal do UFC 203.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments