‘O UFC precisa parar de mimar Jones’, critica Cormier

De acordo com campeão dos meio-pesados, tanto ele quanto Anthony Johnson discordam do tratamento dado ao antigo dono do cinturão

DC (dir.) e Jones (esq.) se enfrentaram pela primeira vez em janeiro de 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

DC (dir.) e Jones (esq.) se enfrentaram pela primeira vez em janeiro de 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

 

Atual campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier discorda do tratamento dado pela organização a Jon Jones, que poderá ter a seguir uma luta eliminatória para poder disputar o título.

Veja Também

Jones mostra otimismo após doping: ‘Tenho boas notícias’
Presidente do UFC pretende marcar Jones vs Johnson por chance ao cinturão
Cormier esquece Jones e garante luta com Johnson: ‘Fez por merecer’

Jones enfrentaria Cormier pelo cinturão no mês passado, no UFC 200, mas foi retirado do combate depois de ser flagrado em um exame antidoping. Diante da possibilidade de pegar uma pena reduzida, o norte-americano foi especulado em um title eliminator contra Anthony Johnson, cujo vencedor receberia a oportunidade de lutar pelo cinturão.

Contudo, Cormier considera que tal cenário seria injusto com Johnson, que, no último sábado (20), conquistou um impressionante e rápido nocaute sobre Glover Teixeira. Os dois atletas consideram que o UFC dá diversas regalias a Jones.

“Sabe, eu fico preocupado comigo mesmo, mas Anthony conversou comigo e disse que não acha que Jon merece nada. Chegou a hora de parar de mimar esse garoto, parar de dar a ele coisas que ele não merece”, analisou Cormier, em conversa com o programa “UFC Tonight”, da emissora norte-americana “FOX Sports”.

“Ele [Johnson] sente que Jones deveria fazer por merecer seu retorno, e eu concordo. Concordo. Acho que eu deveria lutar com ‘Rumble’, mas isso é entre Anthony e Jon. O único problema é que eu teria que esperar por um longo tempo se eles lutarem. Jon ainda nem pode lutar, ele nem está liberado ainda”, lembrou o campeão, que atua como comentarista no programa.

Segundo o site “MMA Fighting”, Jones poderá pegar uma punição máxima de um ano pelo caso de doping, o que o deixaria afastado até meados de 2017. Sua punição oficial, no entanto, deverá ser divulgada em breve.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments