Alvarez dispara: ‘McGregor não é lutador para disputar cinturão’

Campeão peso leve do UFC - que pode ser o próximo adversário de Conor - afirmou que o irlandês não é bom para lutas com cinco rounds

Alvarez é campeão dos leves do UFC. Foto: Divulgação

Alvarez é campeão dos leves do UFC. Foto: Divulgação

Veja Também

Cerrone dispara e Diaz cai nos rankings oficiais após o UFC 202
Nate provoca em rede social e diz que vai “pegar” McGregor
Treinador de McGregor não vê sentido em retorno aos penas

Possível próximo adversário de Conor McGregor, o campeão peso leve Eddie Alvarez soltou o verbo contra o “Notorious”. Em entrevista ao “The Anik and Florian Podcast” (EUA), Alvarez admitiu não estar impressionado com a vitória de McGregor sobre Nate Diaz no UFC 202, que ocorreu no último sábado (20), e provocou o oponente dizendo que ele não é bom o suficiente para lutas mais longas.

“Honestamente, tudo pareceu bem no primeiro round, mas já disse um milhão de vezes: ele não é um lutador para disputa de cinturão. Não é bom para lutas com cinco rounds de cinco minutos. Nunca foi e nunca será. Sempre disse que o vejo como um atleta para fazer três rounds de cinco minutos, e é onde ele deveria ficar. Acho que ele é bom, mas quando a luta passa de 8, 9 minutos, ele parece ficar desleixado e confuso”, comentou o campeão.

Eddie, que já havia pedido para enfrentar o vencedor de McGregor vs. Diaz II, falou que os adversários batidos por ele estão em nível superior ao algoz de José Aldo. “”Eu enfrentei os melhores do mundo. Eu admiro muitos dos caras que enfrento, os vejo como os melhores e tento me desafiar contra eles. Mas quando eu bato um cara legítimo, que sinto que é um lutador de verdade, e depois da luta me perguntam sobre esse irlandês é um pouco decepcionante para mim, porque os caras que eu enfrentei são de um calibre muito mais alto que o dele”, opinou Alvarez

Eddie Alvarez é ex-campeão do Bellator e se tornou campeão do UFC ao nocautear no primeiro round o brasileiro Rafael dos Anjos no UFC Fight Night 90, em julho desse ano. No UFC, são três vitórias – sobre Gilbert Melendez, Anthony Pettis e o próprio Rafael – e uma derrota diante de Donald Cerrone, em sua estreia na organização. Ele ainda não tem data para fazer sua primeira defesa de título.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments