Defesa de Lesnar aponta colírio ou creme como responsável por doping

Gigante norte-americano, ex-campeão dos pesados, foi flagrado em exames distintos próximos ao UFC 200

Lesnar retornou com vitória ao UFC, mas caiu no doping. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Lesnar retornou com vitória ao UFC, mas caiu no doping. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Ex-campeão dos pesados do UFC, Brock Lesnar ainda tenta desvendar as causas de seus exames antidoping positivos em sua luta mais recente no octógono, em julho, no UFC 200. Para isso, a defesa do lutador requereu testes em colírios e cremes para os pés utilizados pelo lutador a fim de descobrir a origem da substância proibida.

Veja Também

USADA não pediu urgência para exame de Lesnar para o UFC 200
Doping de Lesnar causa revolta de Hunt com o UFC: ‘Que se f*** essa m****’
Após falhar em dois exames, Brock Lesnar será julgado por apenas um doping

Lesnar foi flagrado em dois exames distintos, um durante o período de treinamentos, outro no dia da luta contra Mark Hunt em julho. A substância encontrada foi o clomifeno, que estimula a produção natural de testosterona por parte do organismo.

Por mais que o clomifeno seja comumente ingerido por via oral, Lesnar acredita que o colírio e o creme podem ter sido a fonte da substância. Por isso, o assunto está sendo investigado por Howard Jacobs, advogado do atleta norte-americano.

“Ainda estamos investigando a questão, o que envolve testes em todos os produtos usados pelo senhor Lesnar antes do exame positivo. Para fornecer mais detalhes, fui informado de que testes laboratoriais examinaram colírios, o que deu negativo para clomifeno ou metabólitos de clomifeno. Testes posteriores foram realizados em um creme para pés”, escreveu seu advogado, em carta enviada à Comissão Atlética de Nevada.

Na noite do UFC 200, Lesnar derrotou Hunt na decisão unânime dos juízes. Contudo, o seu caso de doping ainda está sendo investigado, e a expectativa é de que sua vitória seja alterada para uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments