Lyoto Machida recebe suspensão de 18 meses por doping

Machida estava provisoriamente suspenso desde abril deste ano, quando admitiu o uso de uma substância proibida

Lyoto (foto) poderá voltar a lutar em outubro de 2017. Josh Hedges/UFC

Lyoto (foto) poderá voltar a lutar em outubro de 2017. Josh Hedges/UFC

A USADA (Agência Americana Antidoping) informou nesta quarta-feira (16) que o brasileiro Lyoto Machida foi  suspenso por 18 meses após o lutador admitir que fez uso de uma substância proibida e, consequentemente, falhar em um teste antidoping aplicado pela agência. A informação é do site ‘Fox Sports’ (EUA).

Em regra, a suspensão padrão é de dois anos, mas o fato do próprio lutador ter admitido o uso da substância antes do exame contribui na diminuição da pena. A suspensão é retroativa à data em que foi pego, o que significa que ele está liberado para voltar a lutar em em outubro de 2017.

Veja Também

Suspenso do MMA, Lyoto enfrenta Shields em luta agarrada
Após doping, Jones, Lesnar e Lyoto saem de ranking do UFC
Em vídeo, Lyoto chora e justifica erro em doping: ‘Desculpas a todos’

O episódio aconteceu em abril deste ano, quando o brasileiro se preparava para enfrentar Dan Henderson no UFC Tampa. Faltando apenas três dias para o evento, Lyoto declarou que fez uso de um produto que continha a substância 7‐keto‐DHEA, considerada um agente anabólico. Sendo assim, sua luta com Henderson foi cancelada.

Lyoto Machida, 38 anos, é ex-campeão meio-pesado do UFC, título conquistado ao nocautear Rashad Evans no UFC 98, em 2009. Ele chegou a disputar o cinturão dos médio contra o até então campeão Chris Weidman, no UFC 175, em 2013, mas foi superado na decisão unânime dos juízes. Ao todo, Machida soma 14 vitórias e sete derrotas no Ultimate, sendo três reveses em suas últimas quatro lutas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments