Roy Nelson é suspenso por nove meses após agredir árbitro no UFC Brasília

STJD-MMA ainda multou o atleta em R$ 80 mil; Suspensão pode cair e liberação acontecer em março

Atitude de Nelson causou polêmica. Foto: Reprodução

Atitude de Nelson causou polêmica. Foto: Reprodução

Demorou, mas, enfim, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA (STJD-MMA) se pronunciou sobre a agressão de Roy Nelson ao árbitro Big John McCarthy no UFC Fight Night Brasilia, evento realizado em setembro, na capital federal. O norte-americano foi suspenso por nove meses pela entidade e multado em R$ 80 mil.

Veja Também

Vídeo: veja o chute de Roy Nelson em árbitro após a luta
Roy Nelson nega chute em árbitro no UFC Brasília: ‘Foi só um empurrão’

Segundo a decisão, o presidente do STJD-MMA Marcelo Sedlmayer Jorge, o lutador violou os artigos 111 (agressão a árbitros) e 113 (conduta contrária à ética desportiva) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva no MMA.

A pena, inicialmente, seria de 12 meses, mas o tribunal reduziu a pena devido aos bons antecedentes de Nelson. Além disso, A pena pode ser reduzida para apenas seis meses e  R$ 45 mil. A condição para redução é que o lutador se desculpe publicamente, durante um evento do UFC, até 31 de dezembro.

Com isso, Nelson estaria liberado para voltar a competir em março de 2017.

Relembre o caso

No evento, Nelson se irritou com o árbitro Big John McCarthy por ter demorado a interromper a disputa quando ele batia no brasileiro Antônio Pezão no solo.  Na súmula da luta, consta que ‘Roy Nelson chutou Big John e fez gesto obsceno em direção ao árbitro após término do combate’.

O peso pesado chegou a justificar que, apesar de se irritar com o árbitro, não o agrediu, mas apenas o empurrou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments