Khabib domina e Barboza fica no quase de novo no UFC 219

Brasileiro não resistiu ao estilo de pressão do russo, que pediu luta com Ferguson ou McGregor

Khabib (foto) dominou E. Barboza no UFC 219 (Foto: Reprodução Instagram ufc)

Após se colocar perto do título peso leve em algumas oportunidades, Edson Barboza acabou perdendo lutas decisivas e acabou voltando para o meio da fila. O mesmo aconteceu no UFC 219 deste sábado (30), quando o brasileiro foi dominado por Khabib Nurmagomedov e não conseguiu se credenciar para a disputa do cinturão da categoria.

Veja Também

Matheus Nicolau volta com grande vitória sobre Smolka no UFC 219
Miocic e Ngannou têm encarada tensa antes do UFC 220
Dana White não descarta Floyd Mayweather no UFC: ‘Tudo é possível’

O brasileiro começou bem, soltando duros chutes baixos, mas logo sucumbiu ao jogo de pressão do russo, que teve um preparo físico formidável e não mostrou cansaço ao longo dos 15 minutos de luta. Com isso, Nurmagomedov chega para disputar o cinturão, seja contra Tony Ferguson (dono do cinturão interino) ou Conor McGregor (campeão linear).

“Eu posso lutar com Conor ou Tony hoje ainda. Preciso apenas de uma hora de descanso e o UFC pode casar essa luta agora mesmo. Obrigado a todos pelo apoio”, provocou o russo.

Abrindo o card principal, Neil Magny mostrou estar com o preparo físico em dia e surpreendeu o ex-campeão interino Carlos Condit. Com um jogo de pressão e combinando socos com chutes, Magny conseguiu voltar à coluna da vitória após perder para Rafael Dos Anjos, deixando Condit perdido no octógono. O ex-dono do cinturão provisório não lutava há 16 meses e parecia enferrujado, sendo presa fácil nos dois primeiros assaltos e só aparecendo no último round.

Depois, foi a vez de uma importante luta no peso palha. A ex-campeã da divisão Carla Esparza superou a sensação Cynthia Calvillo em resultado polêmico. Após ser dominada no chão durante os cinco minutos iniciais, “Cookie Monster” usou seus chutes e diretos de direita para manter a promissora adversária fora do seu alcance. Mesmo assim, a decisão foi vaiada pela torcida, que acreditava na vitória de Calvillo. No peso leve, Dan Hooker e Marc Diakiese fizeram luta morna até o terceiro assalto, quando o australiano Hooker encaixou uma guilhotina que obrigou Diakiese a bater em desistência.

A LUTA

Edson Barboza começou a luta se movimentando muito, usando duros chutes baixos e variando com pisões no estômago. Khabib manteve seu estilo de pressão e soube absorver os golpes mais traumáticos do brasileiro até encurtar a distância e conseguir a queda. A partir daí, o russo começou a imprimir seu impiedoso ground and pound, magoando o rosto de Barboza, que voltou ao córner desorientado depois do fim do assalto.

No segundo round, mais do mesmo. Poucos momentos em que Edson ainda ensaiava uma reação e mais domínio de Nurmagomedov, que encurtava a distância, quedava e punia o brasileiro de forma brutal. No último assalto, o lutador de Nova Friburgo surpreendeu pela resistência, conseguindo soltar golpes duros, incluindo uma joelhada voadora e dois chutes rodados. Porém, “Eagle” manteve seu estilo de pressão e venceu mais um round – e a luta – com bastante folga.

Resultados do UFC 219 (até aqui):

Peso leve: Khabib Nurmagomedov derrotou Edson Barboza por decisão unânime (30-25, 30-25, 30-24)

Peso leve: Dan Hooker derrotou Marc Diakese por finalização (guilhotina) aos 42s do R3

Peso palha: Carla Esparza derrotou Cynthia Calvillo por decisão unânime (3x 29-28)

Peso meio-médio: Neil Magny derrotou Carlos Condit por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Card preliminar

Peso meio-pesado: Michal Oleksiejczuk derrotou Khalil Rountree Jr. por decisão unânime (3x 30-27)

Peso pena: Myles Jury derrotou Rick Glenn por decisão unânime (3x 30-27)

Peso médio: Marvin Vettori e Omari Akhmedov têm empate majoritário (28-28, 29-28 Vettori, 28-28)

Peso mosca: Matheus Nicolau derrotou Louis Smolka por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-25)

Peso galo: Tim Elliott derrotou Mark De La Rosa por finalização (triângulo de mão) a 1m41s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário