Presidente do Bellator quer luta entre Rampage e Wanderlei Silva ainda em 2018

Silva aceitou lutar contra Jackson se o confronto acontecer no Brasil. Será a primeira vez do evento Bellator no país

Jackson x Wand podem lutar no Brasil. (Foto: Reprodução/Facebook Bellator)

A rivalidade entre Quinton Rampage Jackson e Wanderlei Silva pode ter um novo capítulo no Bellator em 2018. O presidente da franquia, Scott Coker, afirmou que pretende fazer uma reedição da luta que já ocorreu no Pride e no UFC.

Veja Também

Priscila Pedrita ‘encara a morte’ após ter dengue hemorrágica
Sonnen provoca e diz que vitórias de Fedor no Japão ‘foram armadas’
Vídeo: Anderson Silva é citado em nova música de Eminem

Segundo Coker, o Bellator já abriu negociação com os atletas “Eu adoraria fazer essa luta antes do final do ano”, afirmou o dirigente, ao site norte-americano MMA Fighting.

Em fevereiro, Jackson disse ao programa The MMA Hour, que queria que sua próxima luta fosse com Wanderlei. O brasileiro respondeu que aceita o desafio, mas com a condição que o evento acontecesse no Brasil.

“Estamos trabalhando na possibilidade de executar essa luta lá. Se isso acontecer, marcará a primeira visita do Bellator ao Brasil”, disse o presidente.

Histórico do confronto

Caso seja confirmado, o combate entre Wand e Rampage será o quarto encontro entre os atletas. Na primeira luta entre eles, na final do GP de médios (até 93 kg.) do Pride, em 2003, o brasileiro venceu o duelo com uma série de joelhadas.

Na revanche, ainda no Pride, em 2004, na luta pelo título da divisão de até 93 kg, Wanderlei repetiu o feito e voltou a nocautear Rampage com uma série de joelhadas.

O troco do norte-americano veio no UFC 92, em 2008. Quinton Jackson venceu a disputa ao nocautear Silva no primeiro assalto.

Notícias relacionadas