Cinco motivos para assistir o UFC 225 neste sábado

Rafael dos Anjos duela contra Colby Covington pelo cinturão interino dos meio-médsio; Campeão dos médios, Robert Whittaker encara Yoel Romero na luta principal

dos Anjos (esq.) eCovington (dir.) duelam pelo cinturão interino. Foto: Montagem SL MMAPress

O Ultimate encerra uma maratona de cinco eventos consecutivos em grande estilo. A cidade de Chicago recebe O UFC 255, neste sábado (09), com duas disputas de cinturão. Na luta principal da noite, o campeão dos médios Robert Whittaker enfrenta Yoel Romero. O embate não vale o título da divisão porque o ‘o lutador cubano ficou acima do peso. Já no segundo duelo mais aguardado, o brasileiro Rafael dos Anjos encara o ‘falastrão’ norte-americano Colby Covington pelo cinturão interino dos meio-médios.

Veja Também

Rafael dos Anjos bate-boca com Covington na pesagem: ‘Ele só fala muito’
Yoel Romero não bate o peso e a luta principal não é válida pelo cinturão dos médios

Além de Rafael, o Brasil tem a representação no card preliminar com Claudia Gadelha que encara Carla Esparza e Charles do Bronx que luta com Clay Guida.

Para você entrar no clima do UFC 225, listamos os cinco motivos para você assistir o evento.

1 – Rafael dos Anjos na busca do segundo cinturão

Dos Anjos (foto) busca o cinturão meio-médio. (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

Rafael dos Anjos tem a chance de fazer história neste sábado. Ex-campeão dos leves (até 70,3 kg.), o brasileiro agora na categoria de meio-médio (até 77,1 kg.) busca o segundo cinturão no evento. Se vencer, RDA será o primeiro lutador brasileiro a conquistar este feito e irá se igualar ao hall de nomes como: BJ Penn, Randy Couture, Connor McGregor e Georges St. Pierre.

O brasileiro está na divisão dos meio-médios há um ano e enfrentou Tarec Saffiedine, Neil Magny e o ex-campeão, Robbie Lawler. Em sua quarta luta na categoria, dos Anjos disputa o cinturão interino contra Colby Covington.

RDA vem do jiu-jitsu e evoluiu na trocaçaõ qaund começou a treinar Muay thai na MMA Kings. Hoje o brasileiro treina na sua própria academia, RDA Academy.

Rafael dos Anjos tem um cartel de 37 lutas no MMA de 2004, 28 vitórias e nove derrotas. Sua última luta foi a vitória por decisão unânime contra Robbie Lawler em dezembro do ano passado.

2 – O novo Conor McGregor?

Covington terá segurança armada em Chicago. (Foto: Reprodução Facebook Colby Covington)

Discípulo da mesma escola de Chael Sonnen e Conor McGregor, Colby Covington é novo ‘falastrão’ do UFC. O norte-americano tem até o mesmo alvo de ‘seus professores’, o Brasil e os lutadores brasileiros. O que não pode ser negado é que ele sabe se vender e monetizar suas lutas.

O duelo do evento co-principal contra o brasileiro, Rafael dos Anjos chama mais atenção do público do evento devido às provocações de Colby. Os insultos iniciaram há algum tempo por meio de entrevistas e nas redes sociais, principalmente pelo lado do norte-americano que xingou o Brasil diversas vezes.

Colby Covington tem um cartel no MMA de 13 lutas, 12 vitorias e uma derrota. Sua última luta foi o triunfo sobre Demian Maia em São Paulo em outubro de 2017. Sua único revés vem em cima do brasileiro Warlley Alves no UFC 194 em dezembro de 2015.

3 – Robert Whittaker x Yoel Romero

R. Whittaker (E) e Y. Romero fazem a luta principal do UFC 225 em Chicago. Foto: Reprodução/Facebook UFC

O duelo entre Whittaker e Romero era bastante aguardado por uma revanche, em que o primeiro combate foi bastante disputado e definido apenas no quinto round. Porém, a falha na pesagem do cubano tirou a importância da disputa, que já não é válida pelo cinturão dos médios.

O primeiro encontro entre Whittaker e Romero foi durante o UFC 213 em julho de 2017. Na ocasião, “Bobby Knuckles” venceu por decisão unânime. Com a vitória, Robert foi promovido a campeão depois Georges St-Pierre deixar o cinturão linear que ganhou de Michael Bisping em novembro de 2017.

O campeão, tem um cartel de 23 lutas, 19 vitórias e quatro derrotas. Sua última luta foi com triunfo sobre Yoel Romero e desde então não subiu mais no octógono. Em abril de 2017, Robert nocauteou o brasileiro Ronaldo Jacaré e conquistou a performance da noite. Por sua vez, Yoel tem 15 lutas em sua carreira no MMA, com 13 vitórias e duas derrotas. Ele vem de vitória com nocaute sobre Luke Rockhold em fevereiro deste ano. A luta valia o cinturão interino da categoria, mas Romero não conseguiu alcançar o peso a divisão.

4 – Os brasileiros do card preliminar

C. Gadelha (foto) e C. Esparza tem uma rivalidade que vem do tempo que trabalhavam para o Invicta FC. (Foto: UFC / Reprodução)

Uma das maiores rivalidades entre as pesos galo feminino, Cláudia Gadelha e Carla Esparza vai neste sábado. O embate foi marcado duas vezes enquanto os lutadoras estavam no Invicta FC, mas não chegou a acontecer. Agora, a brasileira foca no triunfo sobre Esparza para entrar na fila para disputa do cinturão peso palha.

Nos cinco anos de rivalidade, as duas vezes que a luta foi adiada a Claudinha teve problemas de saúde ou lesão. Em janeiro 2013, a brasileira quebrou o nariz e a luta foi remarcada. Já em dezembro do mesmo ano, Gadelha passou mal após a pesagem do evento.

Claudia Gadelha tem um cartel de 18 lutas, 15 vitórias e três derrotas. A última vez que esteve no octógono foi na derrota para Jessica Andrade em setembro do ano passado.

Já o primeiro brasileiro a entrar no octógono, Charles ‘do Bronx’ que enfrenta Clay Guida. O lutador guarujaense é um dos atletas com o maior número de submissões no UFC. Foram nove rivais obrigados a darem os três tapinhas em sinal de desistência.

Como busca a finalização, do Bronx não economiza energia. No embate contra Guida afirmou que vai usar a paciência e não quer gastar tanta energia buscando a finalização.

Charles tem em sua carreira no MMA 31 lutas, 22 triunfos, oito derrotas e uma luta sem decisão. Ele vem de derrota para Paul Felder por nocaute técnico em dezembro de 2017.

5 – Um dos melhores cards de 2018

O UFC em Chicago tem 13 lutas. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Além da luta principal e co-evento do UFC 225, as outras lutas também chamam a atenção do público. O Ultimate trouxe para o card principal a futura desafiante de Cris Cyborg que será a vencedora da luta entre Holly Holm e Megan Anderson.

Ainda no card principal, tem a participação do peso pesado Andrei Arlovski e do ex-lutadore do WWE, CM Punk.

No card preliminar, o peso pesado Alistair Overeem e o peso pena, Ricardo Lamas. Um personagem a parte é Rashad Evans. O lutador afirmou que se vencer pensa em aposentadoria. Ele vem de quatro derrotas consecutivas no UFC.

O card completo promete grandes lutas e será difícil saber qual será a performance da noite.

Ficha técnica do UFC 225

DATA E HORÁRIO: 09/06/2017, a partir das 19h30 (horário de Brasília)

LOCAL: United Center, Chicago, EUA

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Robert Whittaker x Yoel Romero

Peso meio-médio: Rafael dos Anjos x Colby Covington

Peso pena: Holly Holm x Megan Anderson

Peso pesado: Andrei Arlovski x Tai Tuivasa

Peso meio-médio: Mike Jackson x CM Punk

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Alistair Overeem x Curtis Blaydes

Peso palha: Cláudia Gadelha x Carla Esparza

Peso pena: Ricardo Lamas x Mirsad Bektic

Peso pesado: Rashad Coulter x Chris de la Rocha

Peso meio-pesado: Rashad Evans x Anthony Smith

Peso mosca: Joseph Benavidez x Sergio Pettis

Peso leve: Clay Guida x Charles do Bronx

Peso pena: Mike Santiago x Dan Ige

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário