Joanna acredita que vitória sobre Valentina prova que é a 'melhor lutadora de todos os tempos' | SUPER LUTAS

Joanna acredita que vitória sobre Valentina prova que é a ‘melhor lutadora de todos os tempos’

A polonesa pode se tornar a primeira atleta na história do Ultimate a conquistar dois cinturões se vencer a quirguistanesa no evento co-principal do UFC 231

J. Jedrzejczyk quer voltar para os palhas em 2019. Foto: Reprodução/Instagram @joannajedrzejczyk

Joanna Jedrzejczyk pode fazer história no Ultimate neste sábado (08) no UFC 231, em Toronto (CAN). A ex-campeã dos palhas feminino vai medir forças com Valentina Shevchenko pelo título vago dos moscas no evento co-principal. Com uma vitória, a polonesa será a primeira lutadora na história da organização a conquistar dois cinturões em duas divisões de peso.

Em coletiva de imprensa do UFC 231, Jedrzejczyk garantiu que se tornará a melhor lutadora de todos os tempos no MMA feminino com uma vitória sobre Shevchenko.

Veja Também

“Depois da vitória no sábado, vou provar que sou a melhor de todos os tempos no MMA feminino. Estou muito feliz. E neste camp eu percebi quão difícil é e como o corte de peso e estar em uma dieta restrita por tantas semanas pode afetar seu corpo, seu cérebro e sua performance. Esse camp foi diferente, porque eu pude fazer mais. Em todo camp eu fico tipo: ‘Quantidade acima de qualidade’. Mas neste foi qualidade e quantidade todos os dias”, afirmou Joanna.

Jedrzejczyk conquistou o cinturão dos pesos palhas ao vencer Carla Esparza no UFC 185 em março de 2015. Ela permaneceu com o título da divisão por dois anos e realizou cinco defesas bem sucedidas. Entretanto a polonesa foi derrotada por Rose Namajunas em novembro de 2017 no UFC 217. Ela teve a chance de recuperar a cinta em abril deste ano no UFC Brooklyn, mas foi superada por ‘Thug’ novamente.

Mesmo com uma possível conquista de cinturão dos moscas, a polonesa assegurou que vai retornar a categoria dos palhas feminino em 2019.

“Pesos palhas, curvem-se, estou voltando no próximo ano. O que estou ouvindo é um rumor de que a Jéssica Andrade (Bate-Estaca) enfrentará a Rose (Namajunas). Rose tem apenas quatro meses pra defender o cinturão, não vejo mais ninguém lutando por esse cinturão, é isso. Quem mais? Quem falta? Já bati todas”, concluiu.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments