UFC Milwaukee terá três brasileiros. Quer apostar? Explicamos como…

Quer faturar um dinheiro-extra enquanto assiste o UFC Milwaukee? Veja as dicas da OddsShark.com

Barboza luta no UFC Milwaukee. Foto: Reprodução / Facebook

A turma que não vive sem uma madrugada cheia de adrenalina no octógono está contando os minutos: o calendário das lutas será retomado já neste sábado (15), com a realização do UFC Milwaukee, nos Estados Unidos. Como sempre, o batalhão brasileiro está pronto para ir às últimas consequências com a participação de três atletas: Edson Barboza (contra Dan Hooker), Charles Oliveira (ante Jan Miller) e Joaquim Silva, que enfrenta Jared Gordon. A luta principal será entre Al Iaquinta e Kevin Lee, pelos pesos leves.

A presença dos lutadores brasileiros é um convite e tanto para quem pretende acompanhar o UFC Milwaukee também apostando nos combates que vão ser realizados no card preliminar e principal. Não tem experiência e não sabe como começar? Explicamos tudo a partir de agora.

Como faço para apostar?

Quem nunca apostou não precisa se preocupar. É fácil, uma verdadeira moleza, ver as lutas e buscar os seus primeiros lucros com segurança: basta entrar no OddsShark.com, um site parceiro que é dos mais respeitados deste ramo em todo o mundo, escolher uma casa de apostas e criar uma conta. É muito simples, como criar um login em qualquer outro ramo da internet atual.

Uma vez efetuado o cadastro e inserido os créditos, é só ficar de olho nas opções mais rentáveis, incluindo uma infinidade de combinações. As lutas são as opções mais simples do mundo das apostas. Não tem como errar. É escolher quem vai ganhar e em que assalto o combate vai acabar.

Mas antes de destrinchar as lutas dos brasileiros no UFC Milwaukee, é essencial ressaltar a necessidade de que cada um deve estudar o evento em detalhes. Afinal, não dá para sair queimando dinheiro por aí, e o fato de usar uma casa de apostas hospedada na internet não deve mudar em nada o cuidado ao se fazer os investimentos nos combates.

No caso do UFC, as dicas básicas são a análise do retrospecto de cada um dos lutadores e a busca pelo noticiário sempre atualizado para saber lesões ou demais limitações que possam mudar a perspectiva do investimento. O mundo das apostas está em franco crescimento em todo o mundo, e no Brasil não é diferente. Vale demais a pena tentar usar o conhecimento sobre tudo o que acontece no octógono na possibilidade de reforçar o caixa, especialmente neste fim de mês – e o que é ainda mais importante, neste fim de ano.

E quais os lucros?

O “main event” da noite promete muita rivalidade, e, segundo as casas de apostas, o favoritismo é todo de Kevin Lee diante de Al Iaquinta. Lee paga R$ 1,33 a cada R$ 1,00 investido em sua vitória, enquanto Iaquinta devolve R$ 3,40/R$ 1,00. Um exemplo de como funcionam os lucros nas apostas? Quem jogar R$ 10,00 na vitória de Iaquinta e ver o resultado se concretizar pode receber R$ 34,00. Quanto mais se aposta, mais se ganha, é a lógica correspondente.

Vale destacar que o UFC Milwaukee será uma revanche entre ambos, que já se enfrentaram em 2014. No primeiro confronto, Lee, então um estreante, perdeu para Iaquinta por pontos. Kevin está com 26 anos e demonstra um cartel de 20 lutas, com 17 vitórias e 3 derrotas, para Iaquinta, Leonardo Santos e Tony Ferguson. Sua última luta foi em abril, com uma vitória por nocaute contra Edson Barboza no UFC Atlantic City.

Iaquinta é menos experiente: são 18 lutas, com 13 vitórias, 4 derrotas e 1 empate. Seu último duelo foi contra Khabib Nurmagomedov, em abril, no UFC 223 – perdeu por decisão unânime dos árbitros.

No que diz respeito às apostas, é claro que as cotações simples se desmembram em muitas outras. As opções são de tirar o fôlego, para desafiar o conhecimento de qualquer um. Há, por exemplo, alternativas para se lucrar com o método de vitória (se nocaute, nocaute técnico ou decisão dos árbitros), em que assalto a luta termina e muito mais.

É claro que não vamos deixar de falar dos brasileiros. A luta mais aguardada entre os lutadores do país é a de Edson Barboza contra a promessa Dan Hooker, da Nova Zelândia. Depois de perder para Kevin Lee, Barboza agora encara um oponente que vem de três nocautes e uma finalização nas últimas quatro lutas. Não há favoritos. Hooker e Barboza pagam iguais R$ 1,90 a cada R$ 1,00 apostado em suas vitórias.

Um combate mais favorável para o lutador brasileiro promete ser entre Charles Oliveira e Jim Miller, uma revanche do combate vencido pelo americano em 2010. Charles está em momento muito melhor e aparece pagando R$ 1,30/R$ 1,00, contra R$ 3,50 de Miller, que perdeu quatro das últimas cinco lutas.

Por fim, Joaquim Silva encara Jared Gordon. Ambos vêm de vitórias, mas Gordon aparece como favorito, pagando R$ 1,61/R$ 1,00, contra R$ 2,37 de Silva.

O card deste sábado em Milwaukee tem as seguintes cotações, segundo o OddsShark.com:

Adam Milstead (R$ 1,61) x Michael Rodriguez (R$ 2,37)
Al Iaquinta (R$ 3,40) x Kevin Lee (R$ 1,33)
Bobby Green (R$ 3,40) x Drakkar Klose (R$ 1,33)
Chris de La Rocha (R$ 4,00) x Juan Adams (R$ 1,25)
Dan Ige (R$ 1,57) x Jordan Griffin (R$ 2,50)
Edson Barboza (R$ 1,90) x Dan Hooker (R$ 1,90)
Gerald Meerschaert (R$ 2,70) x Jack Hermansson (R$ 1,50)
Jared Gordon (R$ 1,61) x Joaquim Silva (R$ 2,37)
Jessica-Rose Clark (R$ 3,00) x Andrea Lee (R$ 1,40)
Jim Miller (R$ 3,50) x Charles Oliveira (R$ 1,30)
Rob Font (R$ 1,61) x Sergio Pettis (R$ 2,37)
Trevor Smith (R$ 3,25) x Zak Cummings (R$ 1,36)
Zak Ottow (R$ 3,40) x Dwight Grant (R$ 1,33)

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments