Valentina Shevchenko prevê vitória de Cris Cyborg por nocaute ou finalização

A campeã dos moscas acredita que a paranaense irá encerrar o confronto com Amanda Nunes antes do início do último round no evento principal em Los Angeles

V. Shevchenko foi derrotada duas vezes pela Leoa. Foto: Reprodução/Instagram @bulletvalentina

Cris Cyborg e Amanda Nunes vão protagonizar a primeira superluta feminina do MMA no UFC 232, dia 29 de dezembro em Los Angeles (EUA). A paranaense vai colocar o cinturão dos penas em disputa contra a baiana. Para vencer essa batalha, Justino convocou antigas adversárias da ‘Leoa’ para seu camp, entre elas, Valentina Shevchenko.

Veja Também

Cris Cyborg treina com Valentina Shevchenko para o UFC 232
UFC 231: Valentina Shevchenko vence Joanna Jedrzejczyk e conquista cinturão dos moscas

Ao acompanhar e ajudar Cyborg nos treinamentos para a superluta, Shevchenko prevê que o combate entre as brasileiras não irá para a decisão dos juízes. Em conversa com jornalistas, a quirguistanesa apostou em uma vitória de Cris por nocaute ou finalização antes do início do último round.

“Cris encerrará essa luta antes de ir para a decisão. Ela irá nocautear ou finalizar no terceiro, talvez no quarto round. (…) Amanda vai começar bem, acho que ela vai usar a mesma tática que usou contra mim. Tentar evitar a trocação franca, se movimentar, somar pontos… (…) Sem muito dano, mas com mais pontos. Em algumas situações, tudo bem. Nunca se sabe o que pode acontecer. Irá tentar algumas quedas ou algo assim, mas, com a pressão de ‘Cyborg’, Amanda não conseguirá fazer tanto isso. (…) Ficará cansada e, nesse momento, ‘Cyborg’ irá para cima com tudo e encerrará a luta”, cravou Valentina.

Shevchenko enfrentou Amanda em 2016 e 2017 no UFC 196 e 215. Nas duas oportunidades, a brasileira venceu por decisão dos juízes. Mesmo com dois reveses, Valentina afirmou que ainda tem ‘negócios inacabados’ com Nunes e gostaria de realizar um terceiro combate.

No início de dezembro, a quirguistanesa conquistou o cinturão vago dos moscas ao vencer Joanna Jedrzejczyk. Valentina soma em seu cartel 19 combates, sendo 16 triunfos e três reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments