Anderson Silva afirma que luta com Hayato Sakura foi a mais importante da carreira

O brasileiro enfrentou o japonês pelo cinturão dos médios do Shooto em agosto de 2011 e sagrou-se o campeão após uma vitória por decisão unânime

A. Silva não luta desde fevereiro de 2017. Foto: Reprodução/Instagram @andersonthespidersilva

Anderson Silva marcou uma era no UFC ao vencer grandes lutadores como Dan Henderson e Forrest Griffin e escreveu seu nome na história do MMA mundial. Com 22 anos e 42 combates na carreira, ‘Spider’ escolheu a luta com Hayato Sakura como a mais importante de sua trajetória.

Em agosto de 2011, Anderson foi convocado para enfrentar o invicto campeão dos médios do Shooto, Sakura. O japonês havia derrotado os brasileiros Ademir Oliveira, Marcelo Aguiar, Haroldo Bunn e Luiz Azeredo. Contrariando as expectativas, ‘Spider’ venceu Hayato por decisão unânime e conquistou o primeiro título da carreira.

Veja Também

Anderson Silva pede a liberação da reposição hormonal no UFC
Técnico de Adesanya: ‘Anderson Silva não oferecia competição em uma luta em pé’

“A luta mais importante da minha carreira foi o meu primeiro título mundial, no Shooto, no Japão, quando eu lutei de 76 kg contra o Hayato Sakurai, antes de lutar no Pride. Venci a primeira luta contra o Tetsuji Kato e me botaram para lutar contra o Sakurai, que tinha dizimado todos os brasileiros contra quem ele tinha lutado. E aí ficou um clima no ar, todos achando que o Sakurai pegaria mais um e iria empacotar. […] Aí, beleza, nos chamaram para entrar e subiram as duas bandeiras. Primeiro a do Japão e depois a do Brasil. E começa o hino nacional do Japão e, em seguida o do Brasil. Nesse momento, foi o momento em que eu realmente entendi a responsabilidade que eu tinha com o meu país. E pensei: ‘Caramba, o negócio é sério mesmo’. E eu comecei a ficar nervoso, porque era o meu primeiro título mundial. Brasil vs. Japão. Então pensei: ‘E agora?’. Mas fiz o que treinei e foi uma luta incrível. […] Essa é a melhor luta, para mim. A maior de todas”, explicou Anderson em entrevista ao canal do Youtube Rap 77.

Após tornar-se o campeão dos médios Shooto, Anderson teve uma curta passagem pelo Pride, conquistou o cinturão da categoria no Cage Rage e foi contratado pelo UFC. Em sua estreia na organização, o brasileiro nocauteou Chris Leben e se credenciou para lutar pelo título.

‘Spider’ nocauteou Rich Franklin no primeiro round do UFC 64 e tornou-se o campeão dos médios do Ultimate. Anderson fez 10 defesas de cinturão e manteve o título da divisão por sete anos. O brasileiro foi deposto ao ser nocauteado por Chris Weidman no UFC 162 em 2013. A partir deste momento, Silva não conseguiu manter uma regularidade na organização.

Anderson se prepara para retornar contra Israel Adesanya no UFC 234, dia 10 de fevereiro. O brasileiro ficou fora do octógono por um ano devido a suspensão imposta pela USADA (Agência Antidoping dos EUA). Silva foi flagrado no exame antidoping por conta do uso de suplemento contaminado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário