Wanderlei Silva afirma sofrer sintomas de doença neurodegenerativa

Após quase 23 anos de carreira no MMA, o brasileiro contou que apresenta sinais de encefalopatia traumática crônica, conhecida como ‘demência pugilística’

W. Silva tem quase 23 anos de carreira no MMA. Foto: Reprodção/Facebook bellator mma

Wanderlei Silva tem mais de 50 combates em quase 23 anos de carreira no MMA profissional. A longa trajetória no esporte parece estar cobrando um alto preço a um dos maiores ídolos das artes marciais mistas. Em entrevista ao site Portal do Vale Tudo, ‘The Axe Murderer’ revelou sofrer sintomas de doença neurodegenerativa.

Veja Também

Wanderlei Silva agradece torcida e afasta aposentadoria: ‘Já estou pensando na próxima’
Wanderlei Silva lança candidatura à deputado federal pelo Paraná

O brasileiro contou que esteve em uma palestra sobre concussão e identificou que sofre de alguns sintomas descritos. Wanderlei apresenta sinais de encefalopatia traumática crônica, conhecida como ‘demência pugilística’. Visto que lutadores como Muhammad Ali, Éder Jofre e José Adilson Rodrigues dos Santos ‘Maguila’ tiveram ou tem essa doença.

“Eu estava em uma palestra sobre concussão e dos dez sintomas que o cara mencionou, eu tinha oito. Os sintomas seriam, por exemplo, alterações de humor, irritação muito rápida, esquecimento de algumas coisas, dificuldade em dormir. […] Eu tenho o maior interesse em doar (o cérebro), já que não vou usá-lo de qualquer maneira (risos). Esta área é muito importante”, falou ‘The Axe Murderer’.

Pensando no futuro do esporte, o veterano aconselhou aos atletas amadores e profissionais e seu treinadores tenham cuidado com os socos na cabeça durante os treinamentos.

“Se eu pudesse deixar um conselho… Se você tem um jovem, não deixe que ele dê muitos socos na cabeça. Há o momento certo para fazer um treinamento pesado, mas não pode ser todo dia. Um bom treinador cuida do seu aluno”, concluiu Silva.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário