Vídeo: Cowboy diz que pediu por revanche contra Means para ‘provar quem é o melhor’

Primeiro confronto entre eles aconteceu no UFC 207, mas terminou sem resultado após golpes ilegais aplicados por Means

Dos 12 brasileiros escalados para o UFC Fortaleza, que acontece neste sábado (11), Alex Cowboy se destaca por um motivo peculiar: seu confronto contra Tim Means, na primeira luta do card principal, será um revanche. O primeiro duelo aconteceu no UFC 207, em dezembro de 2016, em Las Vegas (EUA), e terminou sem resultado após o norte-americano acertar duas joelhadas ilegais. Agora, quase três meses depois, o tira-teima será no Brasil, e Cowboy não esconde a felicidade em ter a oportunidade de ‘acertar as contas’ com o rival.

Veja Também

Belfort garantiu que não irá pendurar as luvas (FOTO: Laerte Viana/Super Lutas)
Vídeo: Belfort não se preocupa com Gastelum e crava: “Vim para me avaliar”
B. Correia (foto) vem de empate com M. Reneau (FOTO: Laerte Viana/Super Lutas)
Bethe quer se redimir lutando no Brasil e garante: “Vou para nocautear”

“Eu que pedi essa luta de novo, porque quando a gente não luta, ficamos chateados. Nós treinamos muito, esperamos muita coisa e não aconteceu nada. O UFC também queria essa revanche, e eu já sai do hospital pedindo por ela, então fico feliz por eles terem me escutado e dado essa oportunidade novamente”, declarou, em entrevista ao SUPER LUTAS durante Media Day do UFC Fortaleza.

Para a segunda batalha, Cowboy garantiu que corrigiu alguns erros cometidos no primeiro encontro, ressaltando a preparação feita na TFT (Tata Fight Team). De acordo com ele, depois de sábado não haverá dúvidas sobre quem é o melhor lutador da dupla.

“Eu lutei com ele há três meses, lutei na casa dele, mas agora estou no meu país. Minha preparação está sendo na mesma cidade, em Três Rios (no Rio de Janeiro), então nós estudamos ele, vamos focar nas brechas que demos mole. Eu estou muito feliz que vou sair na porrada de novo, vou mostrar para o Brasil e para o mundo quem é quem, pois aquele dia nós não lutamos (se referindo ao golpe ilegal recebido), então no sábado vou mostrar quem é o melhor”, afirmou o brasileiro.

Ao longo de sua trajetória no Ultimate, Alex alternou entre o peso leve e meio-médio. Questionado sobre qual categoria pretende continuar atuando, ele afirmou que quanto menos peso tiver que bater, melhor para sua preparação.

“Por enquanto eu vou ficar no 77kg (meio-médios), pois a subida de peso é muito forte e está mais difícil para eu perder (peso), então quando viajamos, a gente acaba ficando mais inchado e fica mais difícil para perder o peso de novo”, falou Alex, que concluiu dizendo que não se preocupa em escolher seu próximo adversário.

“Não tenho nenhum nome em mente, quem eles (o UFC) me colocarem para lutar eu vou sair na porrada”.

UFC FORTALEZA 

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum

Peso meio-pesado: Maurício Shogun x Gian Villante

Peso leve: Edson Barboza x Beneil Dariush

Peso mosca: Jussier Formiga x Ray Borg

Peso galo: Bethe Correia x Marion Reneau

Peso meio-médio: Alex Cowboy x Tim Means

CARD PRELIMINAR 

Peso leve: Francisco Massaranduba x Kevin Lee

Peso leve: Michel Trator x Josh Burkman

Peso meio-médio: Serginho Moraes x Davi Ramos

Peso pena: Rony Jason x Jeremy Kennedy

Peso galo: Rani Yahya x Joe Soto

Peso médio: Garreth McLellan x Paulo Borrachinha

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário