UFC leva duelo de pesados à Nova Zelândia no seu 400º evento

Ultimate chega à marca em show que trará Derrick Lewis contra Mark Hunt; único brasileiro em ação será Henrique Frankenstein

Lewis (esq) pega Hunt (dir) no 400º evento do UFC (Foto: Reprodução Twitter @ufc)

Lewis (esq) pega Hunt (dir) no 400º evento do UFC (Foto: Reprodução Twitter @ufc)

Neste sábado o Ultimate chegará a uma marca expressiva em uma caminhada que começou em 1993. Após quase 24 anos de muita ação, a companhia chega, no UFC Auckland deste sábado (10), a seu 400º evento – contando Fight Nights, pay-per-views e finais de The Ultimate Fighter -. Os legítimos pesos pesados Derrick Lewis e Mark Hunt terão a honra de puxar o show nesta marca histórica, já que fazem a luta principal da noite.

Veja Também

Lewis vem de seis vitórias consecutivas (Foto: Facebook Derricklewis)
Lewis é favorito nas apostas contra Mark Hunt no UFC Auckland
Frankenstein vem de duas derrotas seguidas (Foto: Reprodução/Facebook HenriqueFrankenstein
Em má fase, Frankenstein descarta pressão por vitória no UFC Auckland

Vindo de seis vitórias consecutivas, “Black Beast” Lewis fez questão de desafiar o veterano Mark Hunt, que foi campeão do mundo no K-1 e chegou a lutar pelo título interino dos pesados do UFC. Dono da casa, o “Super Samoan” não está em boa fase, tendo sido nocauteado por Alistair Overeem em sua última luta.

No 400º show organizado pelo UFC, apenas um brasileiro estará em ação. Henrique Frankenstein, que chega pressionado para enfrentar Ion Cutelaba, já que vem de duas derrotas consecutivas. Também lutam no UFC Auckland, a última vítima de Anderson Silva, o norte-americano Derek Brunson, que pega “Judo” Dan Kelly, da Austrália, e o vencedor da nona temporada do The Ultimate Fighter, Ross Pearson, que mede forças com Daniel Hooker.

Pesos pesadíssimos

Lewis (dir) é favorito contra Hunt (esq) Foto: Reprodução Twitter @ufc_brasil)

Lewis (dir) é favorito contra Hunt (esq) Foto: Reprodução Twitter @ufc_brasil)

Na pesagem da última sexta-feira (9), tanto Derrick Lewis quanto Mark Hunt ficaram no limite da categoria dos pesados, pesando 120 kg. Isso significa que os dois provavelmente precisaram cortar peso para não estourarem a marca. No duelo de gigantes, a vantagem parece ser do visitante. Lewis vem de seis vitórias seguidas e contra adversários cada vez mais gabaritados. O norte-americano deixou pelo caminho nomes como Roy Nelson, Travis Browne e Gabriel Gonzaga.

Hunt, por sua vez, também não pode ser menosprezado. Dono de uma das melhores trocações da divisão, o ex-campeão do mundo pelo K-1 não está em boa fase. Lutador mais velho do plantel atual do UFC com 43 anos, o “Super Samoan” não vence desde março do ano passado, quando nocauteou Frank Mir. Desde então, perdeu para Brock Lesnar (em luta que depois ficou sem resultado por doping do ex-campeão) e para Alistair Overeem. Diante de Lewis, Hunt talvez tenha a última oportunidade de iniciar uma corrida pelo cinturão do UFC.

Brasileiro com a corda no pescoço

H. Frankenstein (dir) precisa vencer em Auckland (Foto: Reprodução Twitter @ufc_brasil)

H. Frankenstein (dir) precisa vencer em Auckland (Foto: Reprodução Twitter @ufc_brasil)

Após um bom começo no Ultimate, com duas vitórias, por nocaute técnico contra Jonathan Wilson e finalizando Joachim Christensen, Henrique Frankenstein acabou perdendo seus dois últimos duelos, disputados com pouco mais de um mês de distância entre o outro. No dia 17 de dezembro, foi finalizado por Paul Craig e no dia 28 de janeiro perdeu uma decisão para Jordan Johnson.

Desde então, porém, o brasileiro focou em melhorar seu jogo e teve paciência, ao invés de aceitar lutas em sequência. Neste sábado, ele terá a oportunidade de livrar a corda do pescoço com uma vitória sobre Ion Cutelaba. O meio-pesado, que gosta de se fantasiar de Hulk nas pesagens, também vem de derrota, para Jared Cannonier. O duelo vale a redenção para ambos, mas uma derrota pode pesar muito mais para Frankenstein.

Outras lutas

D. Brunson busca recuperação em Auckland (Foto: Reprodução Twitter @ufc)

D. Brunson busca recuperação em Auckland (Foto: Reprodução Twitter @ufc)

Além dos duelos já destrinchados, o UFC Auckland contará com boas lutas, principalmente na sua porção principal. O segundo combate mais importante da noite opõe Derek Brunson e o perigoso “Judo” Dan Kelly. Brunson ficou conhecido do grande público ao enfrentar Anderson Silva no UFC 208. Tímido, o norte-americano deixou o ex-campeão ditar o ritmo da luta e não mostrou seu potencial, perdendo na decisão.

E Kelly é mestre em fazer os adversários lutarem a sua luta, seguirem o seu ritmo. Cheio de moral após uma vitória incontestável sobre Rashad Evans, ex-campeão meio-pesado, o peso médio australiano entra como zebra, mas pode supreender novamente.

Vencedor do TUF 9, o inglês Ross Pearson voltou recentemente ao peso leve, após uma aventura entre os meio-médios. Mas o retorno não adiantou muito, já que ele perdeu para Steven Ray em novembro do ano passado. Diante do perigoso Dan Hooker, que sobe do peso pena para os leves, Pearson tem a chance de acabar com a série negativa de três reveses.

Outro vencedor de The Ultimate Fighter em ação é Tim Elliott. O peso mosca, que venceu o TUF 24 e levou o campeão Demetrious Johnson ao limite, busc nova vitória no seu retorno ao Ultimate diante do perigoso Ben Nguyen. Elliott já impresssionou após o revés para DJ ao dominar completamente Louis Smolka em abril deste ano e quer nova vitória para voltar à rota do cinturão.

Ficha técnica do UFC Auckland:

DATA E HORÁRIO: 10/06/2017, a partir das 19h30 (horário de Brasília)

LOCAL: Vector Arena, Auckland, Nova Zelândia

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL 

Peso pesado: Derrick Lewis  x Mark Hunt

Peso médio: Derek Brunson x Daniel Kelly

Peso leve: Daniel Hooker x Ross Pearson

Peso meio-pesado: Ion Cutelaba x Henrique Frankenstein

Peso mosca: Tim Elliott x Ben Nguyen

Peso pena: Alexander Volkanovski x Mizuto Hirota

CARD PRELIMINAR 

Peso leve: Damien Brown x Vinc Pichel

Peso meio-médio: Luke Jumeau x Dominique Steele

Peso mosca: John Moraga x Ashkan Mokhtarian

Peso meio-médio: Kiichi Kunimoto x Zak Ottow

Peso palha: J.J. Aldrich x Chan-Mi Jeon

Peso meio-médio: “Maestro” Dong Hyun Kim x Thibault Gouti

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário