Valentina Shevchenko aplica nocaute em Katlyn Chookagian e mantém cinturão dos moscas

Quirguistanesa faz luta segura, faz valer favoritismo e conquista sua quarta defesa de título

V. Shevchenko (dir.) se mantém como campeã das moscas no UFC 247. Foto: Reprodução / Facebook ufcbrasil

Impecável. Valentina Shevchenko fez valer o favoritismo e derrotou Katlyn Chookagian na luta co-principal do UFC 247, que aconteceu neste sábado (8), em Houston (EUA). A campeã atuou de maneira segura e dominou a adversária por três rounds, até conseguir o nocaute. Com o triunfo, a lutadora manteve o título das moscas (até 56,7kg.).

Neste final de semana, a quirguistanesa entrou no octógono para realizar sua quarta defesa de cinturão. Campeã desde dezembro de 2018, Valentina tem provado que é uma das atletas mais completas do MMA feminino.

Chookagian, que entrou como grande azarona, não conseguiu impor sua estratégia e acabou sucumbindo ao talento da número um.

Além da cinta, Shevchenko ampliou para cinco o número de vitórias em sequência. A última vez que a quirguistanesa amargou uma derrota foi em 2017, quando foi batida por Amanda Nunes na disputa do título das galos (até 61,2kg.).

A derrota para Valentina interrompeu a boa fase da norte-americana, que vinha de duas vitórias consecutivas.

A luta

As atletas começaram a luta se estudando no centro do octógono. Shevchenko tomou a iniciativa do combate com um chute baixo e, em seguida com um direto, que parou na guarda de Katyn. A campeã arriscou uma sequência de socos, mas mostrava cuidado com o contra-ataque da norte-americana. A campeã arriscou uma cotovelada rodada, mas a desafiante se defendeu bem. Shevchenko arriscava boas sequências de socos e chutes, mas Chookagian permanecia atenta e se protegia. Katyn arriscou um chute na linha de cintura, mas a quirguistanesa segurou a perna da adversária e conseguiu uma boa queda. A campeã passou a golpear a desafiante, que se defendia como podia. O combate se desenrolou no chão até que o cronômetro zerou.

Valentina voltou para o combate arriscando um chute na linha de cintura, a desafiante respondeu com um chute alto. Shevchenko permanecia perigosa em suas sequências de socos e chutes que começaram a tocar a oponente com mais frequência. Na metade do round, a campeã conectou um chute rodado, que explodiu no rosto da norte-americana. Após a ação, a quirguistanesa voltou a derrubar a rival e o combate voltou a ser disputado no chão. Valentina seguiu golpeando a oponente, mas, novamente, não houve mais tempo.

O terceiro round começou com Chookagian arriscando um chute, mas, novamente, a campeã segurou a perna da adversária e levou o combate para o chão. Shevcheko caiu em posição favorável e conseguiu desferir duros golpes na norte-americana, que não conseguia se proteger. Após muitas investidas, o árbitro interrompeu o combate, declarando a vitória para Valentina.

Em luta truncada, Derrick Lewis derrota Ilir Latifi

D. Lewis (esq.) derrota I. Latifi (dir.) no UFC 247. Foto: Reprodução/Instagram @ufceurope

O card principal do UFC 247 foi representado por um combate bastante equilibrado. Durante três rounds, Derrick Lewis tentou impor pressão sobre Ilir Latifi e saiu vencedor do combate na decisão unânime dos juízes.

A luta marcou a estreia de Latifi na divisão dos pesados (até 120,2kg.) e o atleta entrou no octógono com a obrigação de vencer, já que vinha de duas derrotas consecutivas. Ilir surpreendeu o adversário em alguns momentos, conseguindo boas quedas, mas o combatente encontrava dificuldades para desenvolver seu jogo de chão.

Com o terceiro resultado negativo em sequência, Latifi, agora, se encontra em situação delicada dentro da organização. Lewis, por sua vez, somou a segunda vitória em sequência e busca se aproximar de mais uma disputa de cinturão.

Justin Tafa mostra força, bate Juan Adams e conquista primeira vitória pelo UFC

J. Tafa (dir.) em vitória no UFC 247. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O australiano Justin Tafa conseguiu, enfim, sua primeira vitória pelo Ultimate. Em luta perigosa contra Juan Adams, o atleta fez valer a força de seus punhos e emplacou um duro nocaute no seu adversário em menos de dois minutos de confronto.

Tafa havia estreado na companhia no UFC 243, em outubro do ano passado. Na ocasião, o atleta acabou sendo derrotado por Yorgan de Castro. O australiano, agora, se recupera e soma sua quarta vitória na carreira, que conta com cinco apresentações.

O revés para Justin complicou a situação de Juan Adams dentro da organização. O atleta, que vinha de dois reveses consecutivos, completou o terceiro resultado negativo na empresa.

Resultados do UFC 247

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.): Jon Jones derrotou Dominick Reyes na decisão unânime dos juízes (48-47, 48-47, 49-46) – luta por cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Valentina Shevchenko derrotou Katlyn Chookagian por nocaute a 1,03s do R3 – luta por cinturão

Peso pesado (até 120,2kg.): Justin Tafa derrotou Juan Adams por nocaute a 1m59s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Dan Ige derrotou Mirsad Bektic na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pesado (até 120,2kg.): Derrick Lewis derrotou Ilir Latifi na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso médio (até 83,9kg.): Trevin Giles derrotou James Krause na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Lauren Murphy derrotou Andrea Lee na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio: Kalinn Williams derrotou Alex Morono por nocaute a 27s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Mario Bautista derrotou Miles Johns por nocaute a 1m41s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Journey Newson derrotou Domingo Pilarte por nocaute a 38s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Andre Ewell derrotou Jonathan Martinez na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Youssef Zalal derrotou Austin Lingo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments