Gilbert Durinho lista qualidades que o tornam superior a Kamaru Usman

Principal candidato à próxima disputa do cinturão dos meio-médios, brasileiro está confiante que pode ser o homem a encerrar o reinado do nigeriano

G. Durinho (foto) será o próximo desafiante ao cinturão de K. Usman. Foto: Reprodução/Instagram @gilbert_burns

Confirmado por Dana White como o próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios (até 77kg.), Gilbert Durinho está apenas aguardando a data para, enfim, trocar forças contra o atual campeão, Kamaru Usman. Próximo da luta mais importante de sua carreira, o brasileiro listou as qualidades que, para o atleta, o fazem superior ao dono do cinturão.

Veja Também

Técnico de Cormier acredita que atleta não vai se aposentar, caso vença Miocic no UFC 252
Masvidal pede revanche a Usman, mas acaba intimado por Leon Edwards
Retorno de Mike Tyson aos ringues é adiado para 28 de novembro

“Eu vejo muitas vantagens. Com certeza, meu jiu-jitsu. Qualquer wrestler dessa divisão, como Colby Covington, tenta me derrubar, mas só tenta. Ficarei mais do que feliz em não deixar fácil me derrubarem. Posso defender os ataques e até derrubar vocês. Assim que fico por cima, ou mesmo por baixo, sou capaz de finalizar, raspar, ou qualquer outra coisa”, afirmou o brasileiro, em entrevista à repórter Helen Yee.

Considerado como um dos melhores praticantes do jiu-jitsu no MMA, Gilbert acredita que sua técnica vai além do chão. O niteroiense, ao logo dos anos, vem mostrado que sua luta em pé evoluiu consideravelmente e sua força pode surpreender os futuros oponentes.

“Não só para o campeão, mas para qualquer um. Sou uma ameaça em pé também. Posso chutar, socar. Eu bato mais forte do que esses caras. Tenho explosão. Sou novo na categoria e não sei como não mudei de divisão antes. Agora, eu me sinto bem nesse grupo”, explicou.

Durinho deveria ter enfrentado Usman na luta principal do UFC 245, realizado em 11 de julho, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. O atleta, no entanto, acabou retirado de última hora do desafio após testar positivo para Covid-19. Fora do card, o niteroiense foi substituído por Jorge Masvidal, que acabou derrotado por Usman na decisão unânime dos juízes.

Recuperado da Covid-19, Gilbert, agora, aguarda uma data para enfrentar Usman pelo título. Em seu último compromisso, o brasileiro derrotou o antigo campeão da divisão, Tyron Woodley em um confronto marcado pelo domínio total do niteroiense.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments