Leon Edwards dispara contra Jorge Masvidal: ‘É só marketing’

Número três dos meio-médios relembra agressão sofrida nos bastidores do UFC Fight Night 147 e não perdoa rival

L. Edwards deseja acertar as contas com J. Masvidal. Foto: Reprodução/Twitter @ufceurope

Parece que a confusão entre Leon Edwards e Jorge Masvidal nos bastidores do UFC Fight Night 147, realizado em março de 2019, em Londres, na Inglaterra, ainda está viva na memória do inglês. Na ocasião, após nocautear Darren Till no segundo round, ‘Gamebred’ avistou o rival e lhe desferiu uma série de socos. Como quem é atacado nunca esquece, Edwards busca acertar as contas e desafiou o desafeto.

Veja Também

Werdum quer enfrentar Fedor, mas decisão esbarra em chance de conquistar cinturão no ONE FC
Vadim Nemkov quer vencedor de Lyoto Machida x Phil Davis para primeira defesa de título no Bellator
Lutadora ‘quebra a banca’ no UFC Las Vegas 7 com terceira maior zebra da história
Apostadora perde R$ 140 mil em vitória de zebra no UFC Las Vegas 7

“Estou classificado acima (de Masvidal) e indo em busca da minha nona vitória seguida e você (Masvidal) sabe que, se me vencer, ficará perto de lutar pelo cinturão. Continue se escondendo atrás da desculpa que você e sua equipe criaram, porque você sabe que vou te ferrar. Será que todos já perceberam que aquilo do ‘Jesus das Ruas’ ser durão era só marketing e que a verdade é que Masvidal é só mais um? Ou as pessoas ainda acham que ele é bom?”, escreveu Edwards em seu Twitter.

 

Inconformado, ‘Rocky’ continuou o trash talk e até o brasileiro Gilbert Burns foi alvo de seus ataques.

“Dane-se, Masvidal, vamos lutar! Grave e jogue no YouTube, pro público ver que você não é de nada. Faça isso! Estou em uma vibe sem limite. Apenas trago fatos. Eu sou o meio-médio mais evitado. Durinho é uma p*** também. Deus abençoe esses m*****”, finalizou.

Leon Edwards citou ‘Durinho’, porque, recentemente, ambos discutiram nas redes sociais sobre quem seria o próximo desafiante do peso meio-médio (77,6kg). O inglês, de 28 anos, venceu dez das doze lutas que fez no UFC, sendo os triunfos sobre o ex-campeão do peso leve (70,3kg), Rafael dos Anjos, Gunnar Nelson, Donald Cerrone e Vicente Luque, porém não atua desde julho de 2019.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments