Focado, Luke Rockhold garante: 'Sou o melhor da academia e um dos melhores do mundo' | SUPER LUTAS

Focado, Luke Rockhold garante: ‘Sou o melhor da academia e um dos melhores do mundo’

Ex-campeão do peso médio do UFC e Strikeforce, que havia se aposentado do MMA em 2019, busca voltar ao topo

L. Rockhold explica o que o fez voltar a lutar. Foto: Reprodução Facebook UFC

Luke Rockhold está, oficialmente, de volta ao MMA. O ex-campeão do peso médio (83,9kg) do UFC e Strikeforce havia se aposentado do MMA em 2019 mas, após um período de descanso, viagens e trabalhos como modelo, recuperou o amor pelo esporte. Ao site norte-americano MMA Fighting, Rockhold confessou estar livre de lesões e renovado.

Veja Também

“Descobri que há vida após a luta. Precisava de ter algum tempo para fazer coisas que não fui capaz de aproveitar, como viajar, estar fora do período de treinamento, ser livre. Meu corpo precisava se curar também. Me comprometi muito nos últimos anos e fiz algumas cirurgias. Passei quinze anos lutando continuamente contra os melhores lutadores do mundo. Foi algo pesado, mas o tempo, definitivamente, cura todas as feridas”, disse Rockhold.

O ex-campeão também revelou que o atual momento do mundo foi um fator determinante para o seu retorno e garantiu que, focado, é o melhor atleta da AKA (American Kickboxing Academy).

“O mundo está chato e eu preciso de mais emoção. Realmente, se resume a isso. As opções estão limitadas e sinto falta de lutar. Isso faz parte de mim e preciso desse algo a mais. É motivador ver o que está acontecendo. Precisava de um pequeno empurrão. Me sinto saudável e com a mente limpa. Sem lesões, sou um problema para cada um desses caras. Não sinto que estou acabado. Há mais lutas em mim. Gosto de lutar e, quando estou na academia, ainda sou o melhor de lá. É uma questão de lutar com a cabeça fresca, o corpo saudável e eliminar quem estiver na minha frente”, finalizou.

Além das lesões, um dos grandes fatores que fizeram Luke Rockhold parar de lutar foram as críticas quanto ao resultados mais recentes. De 2016 até 2019, o norte-americano disputou quatro lutas e foi derrotado três vezes, sendo todas por nocaute. A última, justamente em sua estreia no peso meio-pesado (93kg), diante de Jan Blachowicz.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments