Diego Sanchez revela que luta contra Jake Matthews pode ser a última de sua carreira

Aos 38 anos, o veterano revelou que ainda possui mais lutas em seu contrato, porém a pandemia pode antecipar a aposentadoria

D. Sanchez pode fazer a última luta da carreira. Foto: Reprodução/Twitter
@UFC

O fim está próximo para Diego Sanchez. Um dos lutadores mais queridos pelos fãs de MMA, ‘The Nightmare’ lutará contra a promessa do peso meio-médio (77,6kg), Jake Matthews, no UFC 253, no dia 26 de setembro, e, aos 38 anos, revelou que essa pode ser a sua última luta na carreira. Ao site norte-americano MMA Fighting, o veterano explicou que há mais lutas em seu contrato com o UFC, mas, como tem uma idade avançada para os esportes de combate, acredita que a pandemia de coronavírus o impeça de realizá-las, mesmo se sentindo melhor agora, do que quando mais novo.

Veja Também

Israel Adesanya cita USADA e ataca Paulo ‘Borrachinha’ de forma pesada
Ex-lutador do UFC é preso nos Estados Unidos
Patrício ‘Pitbull’, campeão do Bellator, garante: ‘Só libero o cinturão para o meu irmão’
Leon Edwards dispara contra Jorge Masvidal: ‘É só marketing’
Focado, Luke Rockhold garante: ‘Sou o melhor da academia e um dos melhores do mundo’

“Estou muito grato por ter a oportunidade de lutar durante a pandemia e essa pode ser minha última luta. Não sei se será na Ilha da Luta ou em Las Vegas. Posso ver a luz no fim do túnel, mas não tenho mais medo dela. Antes, não queria pensar na aposentadoria. Lembro que, quando tinha 27 anos, pensava que, aos 37, iria parar. Estou com 38 e me sinto melhor agora do que aos 27. Estou no momento de ser grato. Tenho mais quatro lutas. Assinei meu último contrato com o UFC e quero cumprir, mas, se essa é for minha última luta, estarei bem. Não sei quanto tempo essa pandemia irá durar, mas tenho que ser realista. Não ficarei esperando para sempre”, disse Sanchez.

Conhecido pelas guerras travadas no octógono, Sanchez acredita que o fato de não ter público o faça lutar sem tanta obrigação de dar show e que isso o lembará do seus tempos de TUF (The Ultimate Fighter).

“Estou no estágio final da minha carreira e quero ter meus últimos momentos de magia no UFC. Não me sinto pressionado para ter o desempenho que os fãs gostam, porque não haverá torcida. Seremos eu e ele. É como se eu voltasse para o The Ultimate Fighter. Quero fazer essas quatro lutas, estar com a saúde mental boa e ter a capacidade de fazer outras coisas, como ser um pai. Nunca vou perder a esperança na humanidade. Só espero que possamos achar uma solução e o que precisa ser reconstruído, será reconstruído”, finalizou.

Diego Sanchez começou sua carreira no MMA em 2002, estreou no UFC em 2005 e segue na organização desde então. O veterano integrou a histórica primeira edição do TUF e a luta contra Jake Matthews, que pode ser a última de sua carreira, será a de número 43, sendo 31 delas realizadas no UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments