Jéssica ‘Bate-Estaca’ sobe de divisão e enfrenta Katlyn Chookagian em 17 de outubro, diz site

Vindo de duas derrotas, ex-campeã das palhas busca recuperação na carreira e enfrenta atual número um das moscas

J. Andrade (foto) em entrada para luta. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Novos ares. Em fase complicada na carreira, Jéssica Andrade, a ‘Bate-Estaca’, vai subir de categoria e integrar o grupo das moscas (até 56,7kg.) a partir do seu próximo compromisso. Ex-campeã das palhas (até 52,1kg.), a brasileira tem compromisso encaminhado para enfrentar Katlyn Chookagian no card que acontece em 17 de outubro, sem local definido. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Após vencer em estreia nos galos, Frankie Edgar sugere luta contra Dominick Cruz
Derrota no UFC Las Vegas 8 abala Anthony Smith, que pensa em mudar de categoria
Belfort acusa Wanderlei Silva de ‘fake news’ e intima rival para assinar contrato: ‘Depende dele’
Após vitória no UFC Las Vegas 8, Aleksandar Rakic pede luta por cinturão dos meio-pesados

Chookagian não era adversária escolhida inicialmente para o debute de Jéssica na nova categoria. A paranaense deveria enfrentar Jessica Eye, mas as seguidas lesões da norte-americana impediram que o confronto seguisse no roteiro.

Com a nova adversária, ‘Bate-Estaca’ terá a oportunidade de se colocar em grande posição no grupo liderado por Valentina Shevchenko, caso vença o desafio. Katlyn, atualmente, figura na primeira posição no grupo e pode promover um grande desafio para a paranaense, que precisa vencer.

Em sua última apresentação, em julho, Jéssica acabou derrotada por Rose Namajunas em uma reedição do confronto realizado no ano passado, quando, na ocasião, Andrade saiu vencedora e tomou o cinturão das palhas da norte-americana. Na revanche, no entanto, a brasileira não conseguiu repetir a atuação e acabou perdendo na decisão dividida dos juízes.

Enquanto a brasileira vai para sua segunda apresentação em 2020, Katlyn chega para o terceiro compromisso neste ano. Em fevereiro, a atleta disputou o cinturão contra Valentina e acabou perdendo por nocaute. Em maio, a norte-americana voltou ao octógono para enfrentar a irmã da campeã. Contra Antonina Shevchenko, Cookagian voltou a vencer e manteve a posição de destaque na categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments