Dustin Poirier acredita que Conor McGregor o enxerga como aquecimento para enfrentar Manny Pacquiao no boxe

Ex-campeão interino do peso leve acha que a estrela irlandesa está motivada e encara a revanche como preparação para se testar diante de uma lenda

D. Poirier acha que C. McGregor o encara como aquecimento. Foto: Reprodução/Instagram

Dustin Poirier desvendou a caixinha de surpresas que é Conor McGregor. Ao mesmo tempo que estava aposentado, a estrela irlandesa negociava uma luta beneficente contra o mesmo para dezembro de 2020 e também uma nova aventura no boxe, dessa vez, contra Manny Pacquiao, para 2021. No entanto, houve uma pequena mudança nos planos. O UFC se interessou em realizar a revanche entre Poirier e McGregor, enquanto a luta de boxe segue em desenvolvimento.

Em entrevista ao site norte-americano THE FIGHT, Poirier acha que o ex-campeão do peso pena (65,8kg) e leve (70,3kg) do UFC o enxerga como um teste para enfrentar a lenda do boxe e acredita que o fato de Khabib Nurmagomedov concordar que ‘The Notorious’ precisa vencer um grande oponente para ter uma nova chance de lutar pelo cinturão o motivou a voltar aos esportes de combate.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov não esquece rivalidade e nega ser treinador do TUF ao lado de Conor McGregor: ‘Nem por cinco bilhões’
Prestes a defender o cinturão do Bellator, Cris Cyborg ainda deseja revanche contra Amanda Nunes
Jan Blachowicz acusa Jon Jones de subir para o peso pesado por estar com medo: ‘Teme o lendário poder polonês’
Jan Blachowicz responde provocação feita por Israel Adesanya: ‘Não é o melhor nem no videogame’
O nocaute de Joaquin Buckley é o maior da história? Relembre outros finais marcantes no UFC

“Acho que McGregor me considera um aquecimento para sua luta contra Pacquiao. Ele quer lutar contra um canhoto antes de enfrentar outro canhoto. Khabib também disse que, se ele me vence, poderia lutar pelo cinturão. Isso deve estar na cabeça de McGregor e criou uma tempestade perfeita, por isso ele quis me enfrentar”, disse Poirier.

Quando lutou contra o irlandês pela primeira vez, em 2014, o ex-campeão interino dos leves admitiu que estava irritado com o trash talk feito pelo rival, porém garantiu que aprendeu com os erros cometidos.

“Não vou lutar com raiva. Lutarei calmo, mostrando minhas habilidades. Nas minhas últimas lutas, senti menos pressão, me importava menos. Antes, me importava muito e isso me atrapalhou. Aconteça o que acontecer, ficarei bem”, finalizou.

Se antes o clima entre Conor McGregor e Dustin Poirier era pesado e culminou com um nocaute do irlandês, no primeiro round, agora, ambos mostram muito respeito um pelo outro e trocaram elogios em suas redes sociais.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments