Nem Sonnen, Belfort ou Griffin: Anderson Silva elege luta mais marcante de sua carreira no MMA

Próximo do fim de sua passagem pelo UFC, lenda do esporte surpreende ao citar confronto mais importante da sua trajetória no esporte

Com mais de 40 apresentações como profissional no MMA, Anderson Silva já travou diversas batalhas no esporte. Em uma carreira consagrada, o atleta carrega um currículo com nomes como Vitor Belfort, Forrest Griffin, Daniel Cormier, Israel Adesanya, Rich Franklin, entre outros, mas nenhum desses está para o ‘Spider’ como o desafio mais marcante. Em conversa com a imprensa, com participação do SUPER LUTAS, o brasileiro citou sua luta mais importante.

Veja Também

Parceiro de treinos de Anderson Silva promete show do brasileiro no sábado: ‘Vão se surpreender’
Anderson Silva dá declaração inusitada sobre primeira luta contra Sonnen: ‘Maior surra que levei’
Próximo de despedida do UFC, Anderson Silva fala sobre seguir lutando: ‘Meu desejo é continuar’
Israel Adesanya dá conselho para Uriah Hall vencer Anderson Silva no UFC Las Vegas 12: ‘Basta fazer o básico’
Anderson Silva cita lendas para opinar sobre ranking de maiores na história do MMA: ‘Não existe o melhor’

“Tem tantas lutas, e todas elas foram importantes – cada uma delas em seu determinado momento. Mas a luta que mais me marcou mesmo foi meu primeiro título mundial, com Hayato Sakurai, no Japão. Foi a luta que mais marcou a minha vida, minha carreira, porque era a primeira vez que eu estava representando meu país, lutando fora e ganhando meu primeiro cinturão”, explicou o atleta.

Contra Sakurai, em 2001, Anderson foi até o país do adversário para tentar conquistar o cinturão dos médios do Shooto. Na ocasião, Hayato era o campeão da categoria e estava invicto na sua carreira, com 20 compromissos disputados. No duelo, ‘Spider’ saiu vencedor na decisão unânime dos juízes, tomando o posto de número um do japonês.

Da coroação no Japão até a estreia no UFC foram quase cinco anos. Em 28 de junho de 2006, ‘Spider’ calçaria as luvas da organização que o tornaria um fenômeno mundial e reconhecido até nos dias de hoje como um dos maiores da história.

Uma luta após a vitória brutal sobre Chris Leben, em sua estreia, Anderson provou oficialmente ser um atleta diferenciado, ao atropelar o então campeão dos médios, Rich Franklin, no UFC 64.

Podcast #15 – A vitória de Khabib, sua aposentadoria, e a despedida de Anderson Silva do UFC

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments