Glover Teixeira ignora superluta entre Blachowicz e Adesanya e foca em Thiago Marreta: ‘A torcida vai ficar dividida’

Número três no ranking dos meio-pesados espera uma luta emocionante contra o compatriota e explica o segredo para ter sucesso depois dos 40 anos

G. Teixeira elogia T. Marreta e espera uma verdadeira batalha contra o compatriota. (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)

O anúncio da superluta entre Jan Blachowicz e Israel Adesanya, válida pelo cinturão do peso meio-pesado (93kg), chocou a comunidade do MMA, mas não abalou Glover Teixeira. Se esperava que o vencedor do duelo entre ele e Thiago Marreta, válido pelo UFC Las Vegas 13, que acontece neste sábado (7), nos EUA, fosse elevado ao status de desafiante da categoria, porém dana White tinha outros planos.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, Glover informou que está focado em Marreta e elogiou o compatriota. Além disso, o mineiro espera uma luta empolgante, capaz de parar o Brasil e tem certeza que a torcida ficará dividida, já que os envolvidos são dois atletas empolgantes e queridos pelo público.

Veja Também

Santiago Ponzinibbio comemora saída de Colby Covington da ATT e gostaria de enfrentar o ex-parceiro de treino
Israel Adesanya não esquece Jon Jones e promete superar seus feitos: ‘Vou fazer o que ele não conseguiu’
Pensando na trilogia com Amanda Nunes, Valentina Shevchenko discorda do placar entre elas: ‘Venci a segunda luta’

“Estou motivado e focado na luta contra Marreta. Quero lutar pelo cinturão, mas não penso em Blachowicz. A torcida ficará dividida. Nós, brasileiros, somos muito patriotas. Sempre torci por Marreta nas lutas que ele disputou, mas agora será diferente. Faremos uma bela luta e o vencedor ficará perto do cinturão. Ele é um lutador complicado, especialista em muay thai e eu vou procurar impor meu boxe e derrubá-lo. Todos sabem qual é a minha estratégia. Não tenho o que esconder”, disse Glover.

Aos 41 anos, Glover brincou ao explicar qual é o segredo para continuar a ter sucesso no MMA, mesmo com a idade avançada,

“Estou me sentindo ótimo. Me disseram que estou mais saudável e em forma aos 41 do que com 37. Naquela época, comia muito churrasco e bebia muita cachaça. Hoje, estou bem e as pessoas estão percebendo. Minha última luta foi uma ótima atuação contra Smith, que estava vencendo todos até enfrentar Jones”, finalizou.

Atualmente, Glover Teixeira se encontra na terceira posição no ranking do peso meio-pesado e venceu quatro lutas consecutivas, sendo três pela via rápida. O brasileiro lutou pelo cinturão da categoria em 2014 e foi derrotado por Jon Jones.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments