Desafiado por Paulo Borrachinha, Whittaker recusa enfrentar brasileiro: ‘A única luta lógica é Adesanya’

Ex-campeão dos médios deseja acertar as contas com o nigeriano, que tomou seu cinturão, e não acha justo o brasileiro voltar a ter destaque

R. Whittaker recusa luta contra P. Borracinha. Foto: Reprodução/Instagram

A situação do peso médio (83,9kg) ficou um tanto quanto estranha. Após Dana White revelar que o campeão da categoria, Israel Adesanya, vai subir para os meio-pesados (93kg) para realizar uma superluta contra o número um, Jan Blachowicz, ainda não se sabe quem lutará pelo cinturão. Paulo Borrachinha se colocou à disposição e até desafiou Robert Whittaker de forma respeitosa, porém o ex-campeão tem outros planos.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, Whittaker negou interesse em enfrentar o atleta brasileiro, porque ele acabou de lutar pelo cinturão e explicou que fez o que era preciso para ter uma nova chance contra Adesanya.

Veja Também

Após ter revanche confirmada por Dana White, Whittaker diz que não tem pressa para enfrentar Adesanya
Israel Adesanya não esquece Jon Jones e promete superar seus feitos: ‘Vou fazer o que ele não conseguiu’
Glover Teixeira ignora superluta entre Blachowicz e Adesanya e foca em Thiago Marreta: ‘A torcida vai ficar dividida’

“A única luta lógica para mim é Adesanya. Seguirei como número um no ranking (atrás do campeão) e Paulo acabou de perder para Adesanya. A revanche é, realmente, a única luta que me interessa no momento. Agora, é muito difícil, para mim, estar interessado em qualquer outra”, disse Whittaker.

Depois que perdeu o cinturão do peso médio, ao ser nocauteado por Israel Adesanya, em 2019, Robert Whittaker retornou com tudo. O neozelandês realizou duas lutas em 2020 e venceu Darren Till e Jared Cannonier, ambas na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. Atualmente, o ex-campeão, de 29 anos, se encontra na primeira posição do ranking da categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments