Glover afirma que aceitaria ser reserva de Blachowicz e Adesanya: 'Não quero perder o ritmo' | SUPER LUTAS

Glover afirma que aceitaria ser reserva de Blachowicz e Adesanya: ‘Não quero perder o ritmo’

Deixado para trás na disputa de cinturão dos meio-pesados, brasileiro prefere seguir treinando a esperar ocioso sua luta pelo título

G. Teixeira (foto) se oferece para ser reserva de ‘Blachowicz e Adesanya’. Foto: Reprodução/Instagram

‘Esquecido’ pelo Ultimate na disputa de cinturão dos meio-pesados (até 93kg.), Glover Teixeira pode participar, de certa forma, do UFC 259, que terá como protagonistas Jan Blachowicz e Israel Adesanya. Isso porque o mineiro pode ser o reserva imediato de um dos atletas, caso algum imprevisto aconteça no card que acontece em 21 de março. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o brasileiro falou sobre a possibilidade.

Veja Também

“Claro, estou torcendo para isso. É chato, eu nunca torço para alguém se machucar, mas, neste caso, torcerei (risos)”, disse Glover.

Em grande fase, vindo de cinco vitórias consecutivas, o retrospecto recente positivo do brasileiro fez com que ele conquistasse o primeiro lugar no ranking da divisão. Mesmo ouvindo da boca do próprio Dana White que merecia uma chance de lutar pelo título, a organização optou por promover a superluta entre o campeão dos meio-pesados e o líder dos médios (até 83,9kg.). Desta forma, o plano momentâneo do mineiro é se colocar à disposição para a suplência.

“Acabei de voltar das minhas férias. Vou conversar com Joinha (Jorge Guimarães, empresário) e ver o que vamos fazer. Eu teria que fazer um camp (período de treinamento) completo. Então, mesmo que eu tenha que esperar, pelo menos eu fiz um camp. Não vou perder o ritmo”, afirmou Teixeira.

Glover não luta desde novembro do ano passado. Na ocasião, o brasileiro trocou forças e surpreendeu o compatriota, Thiago Marreta, por finalização no terceiro round. No embate, Teixeira, de 41 anos, provou, mais uma vez, que é capaz de encarar e vencer adversários mais jovens e no topo da categoria.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments