Única brasileira no UFC Las Vegas 19, Ketlen Vieira é derrotada por noiva de Thiago Marreta | SUPER LUTAS

Única brasileira no UFC Las Vegas 19, Ketlen Vieira é derrotada por noiva de Thiago Marreta

Manauara fez duelo equilibrado, mas não resiste à superioridade da russa

Y. Kunitskaya derrotou K. Vieira na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Com apenas uma representante no card do UFC Las Vegas 19, realizado neste sábado (20), o Brasil saiu sem vencer. Na luta co-principal do evento, a manauara Ketlen Vieira fez um combate apertado, mas foi derrotada pela russa Yana Kunitskaya na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

Com a derrota, Ketlen Vieira dá um passo atrás no sonho pelo cinturão da divisão dos galos. Aos 29 anos, ela tem sua sequência de cinco vitórias quebrada e agora conta com um cartel de 11 vitórias e duas derrotas.

Já Kunitskaya, de 31 anos, conseguiu seu segundo resultado positivo seguido e deve avançar ao top 5 da divisão liderada por Amanda Nunes. Agora, a russa tem retrospecto de 14 triunfos, quatro derrotas e uma luta sem resultado.

A LUTA

No primeiro assalto, Ketlen já iniciou indo para cima. A brasileira colocou pressão na grade com duas boas joelhadas na linha da cintura. De forma rápida, ela aplicou a primeira queda. Como resposta, Kunitskaya conseguiu se levantar e inverteu a situação. Na saída para o centro do cage, a manauara conseguiu progredir na queda e derrubou a adversária. Rapidamente, ela se antecipou, caiu na meia-guarda e tentou a progressão para a montada, mas sem qualquer trabalho efetivo.

No segundo round, o que se viu foi um cenário bastante distinto da primeira parcial. Yana Kunitskaya buscou a queda e, junto à grade, derrubou Ketlen Vieira. Em desvantagem, a brasilieira deu pouca margem para progressão da russa e apostou na finalização. Nos minutos finais, Ketlen conseguiu sair da posição e ficar em pé. As lutadoras ainda alternaram entre quedas e golpes no clinch. Por fim, Ketlen tentou, sem sucesso, uma kimura. Mas Kunitskaya conseguiu se defender e ainda teve tempo para desferir duros golpes na linha da cintura.

No terceiro e decisivo round, o clima era de decisão. Enquanto Kunitskaya apostava nos chutes baixos, Ketlen derrubou. Rapidamente, a brasileira avançou com o joelho e, como no primeiro assalto, conseguiu a meia-guarda. Colada à grade, ela ganhou a montada, ensaiou um katagatame, mas não teve espaço para finalizar. Até que, na tentativa de saída da russa, a manauara aproveitou a oportunidade para fazer a transição para as costas. Enfim, no último minuto de luta, Ketlen ainda tentou laçar o pescoço da adversária. Porém, Kunitskaya reverteu a situação e teve tempo de acertar uma dura sequência de cotoveladas, que acabaram sendo determinantes para o resultado.

SHOW NO SOLO

D. Minner venceu C. Rosa na decisão dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Únicos lutadores dos penas (até 61,2kg.) no card principal do UFC Las Vegas 19, Darrick Minner e Charles Rosa não decepcionaram. Com show de técnicas no jogo de solo, Minner dominou as ações durante 15 minutos e levou a melhor na decisão unânime dos juízes.

Experiente, Darrick Minner iniciou o combate colocando pressão sobre Charles Rosa. O norte-americano seguiu no clinch e jogou o combate no solo, enquanto seu adversário buscava, sem sucesso, uma Kimura. Minner ainda buscou o katagatame como resposta, mas também não conseguiu finalizar. Nos segundos finais, Rosa foi para a chave de pé e calcanhar, mas ambas não foram efetivas.

No retorno do combate, Minner voltou como um ‘caçador’ para o segundo round. Com um contragolpe de direita, o norte-americano derrubou Rosa. Ele seguiu montado trabalhando socos na linha da cintura, até conseguir uma pequena brecha no jogo de seu adversário para outra tentativa de katagatame. Em desvantagem, Charles atacou o braço e por pouco não finalizou.

Finalmente, a decisão. Bem como os outros assaltos, Darrick Minner e Charles Rosa seguiram com amostras de passagens e tentativas de finalização. Predominantemente em vantagem por cima, Minner trabalhava por cima, enquanto Rosa investia nas pegadas com kimuras e triângulos. Porém, no momento, ele sentiu os socos e cotoveladas de seu adversário e teve um grande sangramento. E assim seguiram até o final do combate.

Aos 30 anos, Darrick Minner alcançou sua 26ª vitória como profissional. O lutador triunfou em quatro das últimas cinco lutas.

Charles Rosa, de 34 anos, perdeu pela quinta vez na carreira. Agora, ele conta com um cartel de 13 vitórias e cinco derrotas. Coincidentemente, no Ultimate desde 2015, ele oscila entre resultados positivos e negativos.

A MÃO ENTROU…

C. Daukaus venceu A. Oleynik no UFC Las Vegas 19. Foto: Reprodução: Instagram

Duelo entre pesos pesados (até 120,2kg.), não se pode piscar. Com as mãos pesadas, Chris Daukaus superou a pressão inicial do experiente Alexey Oleynik e conseguiu nocautear a 1 minuto e 55 segundos do primeiro round.

Nos primeiros segundos, Oleynik e Daukaus já começaram na torcação franca, antes do russo encostar seu oponente na grade e tentar uma finalização. O norte-americano, no entanto, ‘distribuiu’ ganchos e cruzados em sequência e, em sequência brutal, nocauteou com dois minutos de luta.

O resultado marcou a marca de dez nocautes aplicados por Chris Daukaus. Agora, o norte-americano chegou em sua 11ª vitória na carreira e deve chegar ao Top 15 dos pesados.

Por outro lado, Alexey Oleynik encontrou sua 15ª derrota como profissional e a segunda seguida. Ele havia sido nocauteado por Derrick Lewis – que faz a luta principal do UFC Las Vegas 19 contra Curtis Blaydes – em agosto de 2020.

VITÓRIA DE HAWES!

P. Hawes conquistou sua segunda vitória no Ultimate. Foto:Reprodução/Instagram

Em duelo eletrizante na última etapa, Phil Hawes aguentou a pressão e saiu vencedor do combate diante de Narssourdine Imavov por decisão majoritária dos juízes (29-28, 28-28, 29-28).

O início do combate foi marcado por muita movimentação entre os combatentes. Primeiramente, Hawes apostou nos chutes baixos para desequilibrar e abrir a guarda de Imavov. Aos 2 minutos, o wrestler norte-americano investiu no trabalho de grade para pontuar e abrir vantagem. Após trabalhar socos na linha da cintura, ele aplicou duas boas quedas e seguiu no chão até o final do primeiro round.

Socos e chutes na linha da cintura e pegada na grade. Esse foi o ritmo cadenciado que Phil Hawes investiu em boa parte do segundo round. Persistindo na defesa, Nassourdine Imavov retomou a luta em pé e jogou no ‘abafa’ contra seu adversário. O francês chegou a balançar, mas usando a estratégia, Hawes voltou a quedar. Assim, ele seguiu nos dois últimos minutos do round em domínio.

Precisando correr atrás do prejuízo, Nassourdine Imavov por pouco não deu a volta por cima. Com notória superioridade em pé, ele acertou uma joelhada no chinch que balançou Phil Haves. O norte-americano ainda tentou seguir na grade, mas esteve em desvantagem até o sino soar pela última vez.

Phil Haves, de 32 anos, conseguiu sua segunda vitória no Ultimate. Descoberto no ‘Contender Series’, o norte-americano agora conta com dez triunfos e dois reveses como profissional. Coincidentemente, foi a primeira vez que ele conseguiu o resultado pela decisão dos juízes.

Por outro lado, aos 25 anos, Nassourdine Imavov conheceu apenas seu primeiro resultado negativo no Ultimate. Na carreira, são nove vitórias e três derrotas.

FINALIZOU!

T. Aspinall finaliza A. Arlovski no UFC Las Vegas 19. Foto: Reprodução/Instagram

E deu juventude! No primeiro duelo do card principal do UFC Las Vegas 19, o peso pesado (até 120,2kg.) Tom Aspinall superou a diferença de idade de 15 anos e bateu o ex-campeão Andrei Arlovski por finalização no segundo round.

A luta, como era de se esperar, começou de forma elétrica. Com troca de golpes franca, Tom Aspinall conectou boa combinação de socos e fez com que Andrei Arlovski recuasse. Em seguida, ainda na grade, o inglês continuava a vantagem, mas o bielorrusso aguentou a pressão. A situação mudou nos últimos segundos de combate, quando o ex-campeão do Ultimate cruzou uma poderosa direita, que chegou a tocar o rosto de seu adversário.

Mesmo com a volta, parecia que os lutadores jamais haviam parado de trocar socos. A intensidade seguiu a mesma por boa parte do combate. Porém, Aspinall aproveitou um chute baixo de Arlovski para derrubá-lo. De forma rápida, ele contou com o apoio da grade para encaixar o estrangulamento.

Tom Aspinall chega à sua sexta vitória seguida em um cartel de dez vitórias e duas derrotas. Com 27 anos, o inglês é apontado por muitos como uma das maiores promessas dos pesados.

Por outro lado, Andrei Arlovski, 42, volta a perder no Ultimate. O bielorrusso vinha de dois resultados positivos, mas reencontra o sabor amargo do revés. Agora, em sua carreira, são 30 vitórias, 20 derrotas e duas lutas sem resultado.

Resultados do UFC Las Vegas 19

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Derrick Lewis derrotou Curtis Blaydes por nocaute a 1m26s do R2

Peso galo: Yana Kunitskaya derrotou Ketlen Vieira na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Darrick Minner derrotou Charles Rosa na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-27)

Peso pesado: Chris Daukaus derrotou Alexey Oleynik por nocaute técnico a 1m55s do R1

Peso médio:Phil Hawes derrotou Nassourdine Imavov na decisão majoritária dos juízes (29-28, 28-28, 29-28)

Peso pesado: Tom Aspinall finalizou Andrei Arlovski com um mata-leão a 1m09s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Jared Gordon derrotou Danny Chavez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso leve: Drakkar Klose x Luis Peña – Luta cancelada

Peso galo: John Castañeda derrotou Eddie Wineland por nocaute técnico a 4m44s do R1

Peso pena: Julian Erosa derrotou Nate Landwehr por nocaute técnico a 56seg. do R1

Peso mosca: Casey O’Neill derrotou Shana Dobson por nocaute técnico a 3m41s do R2

Peso pena: Chas Skelly x Jamall Emmers – Luta cancelada

Peso galo: Aiemann Zahabi derrotou Drako Rodriguez por nocaute a 3m05s do R1

Peso pesado: Sergey Spivac derrotou Jared Vanderaa por nocaute técnico a 4m32s do R2

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments