Nocautes fulminantes e lutas canceladas marcam o card preliminar do UFC Las Vegas 19 | SUPER LUTAS

Nocautes fulminantes e lutas canceladas marcam o card preliminar do UFC Las Vegas 19

Seis combates iniciaram o evento deste sábado (20), que teve três duelos cortados do show

J. Castañeda nocauteou E. Wineland. Foto: Reprodução/Instagram

Para os amantes de nocautes, o card preliminar do UFC Las Vegas 19, realizado neste sábado (20), foi um prato cheio. Com seis lutas da noite, apenas uma foi para a decisão dos juízes. Ao todo, outros três duelos foram cancelados.

Veja Também

O destaque da primeira parte do evento foi para Julian Erosa. O atleta, que agora conseguiu sua segunda vitória no Ultimate, precisou de apenas 52 segundos para derrotar Nate Landwehr no card que conta com os pesados (até 120,2kg.) Curtis Blaydes e Derrick Lewis na luta principal.

BRUXA SOLTA

O card preliminar do UFC Las Vegas 19 contou com três luta canceladas em cima da hora. Primeiramente, na pesagem que antecede o evento, o brasileiro Rafael Alves estourou o peso em 5,3kg e foi retirado do confronto contra Pat Sabatini.

Horas antes da luta rolar, um membro do corner de Drakkar Klose testou positivo para COVID-19 e a luta contra Luis Peña também acabou cancelada.

Por último, o combate entre Chas Skelly x Jamall Emmers também caiu. Nos bastidores, minutos antes do duelo, Emmers teve um espasmo intestinal e foi forçado a deixar a luta. Skelly chegou a entrar no octógono, mas a peleja não aconteceu.

NÃO DEU NEM PARA PISCAR…

J. Erosa pode conquistar o prêmio de ‘Performance da Noite’ após joelhada voadora. Foto/Reprodução: Instagram

BRUTAL! Em seu segundo combate no Ultimate, Julian Erosa mostrou que veio para ficar. De forma arrasadora, o norte-americano nocauteou o compatriota Nate Landwehr com uma joelhada voadora ainda no primeiro round e entra forte na disputa de ‘Performance da Noite’.

A luta começou franca, com ambos os lutadores trocando golpes na curta distância. O direto de Erosa já entrou logo nos primeiros segundos, mas acabou expondo para Landwehr contragolpear. Ele chegou a dobrar o joelho, mas seguiu em frente. Com uma joelhada voadora, Erosa derrubou o adversário, que ainda reclamou de uma suposta interrupção precoce do árbitro.

Com a vitória, Julian Erosa garantiu seu segundo triunfo no Ultimate. Aos 31 anos, o norte-americano fez sua 33ª luta como profissional, sendo 25 vitórias e oito derrotas.

Nate Landwehr, de 32, sente o gosto de seu quarto revés na carreira. Em três lutas no UFC, são duas derrotas e somente uma vitória.

SEQUÊNCIA ARRASADORA

J. Castañeda nocauteou E. Wineland. Foto: Reprodução/Instagram

Os pesos galos (até 61,2kg.) Eddie Wineland e John Casteñeda entraram no octógono com o objetivo de se recuperarem das derrotas diante de Sean O’Malley e Nathaniel Wood, respectivamente.

O round começou com muita movimentação dos lutadores e, primeiramente, Wineland balançou Casteñeda. O ex-campeão do WEC perseguiu seu adversário e tomava o controle do combate nos primeiros minutos de ação. Até que, no final do round, o ‘Sexi Mexi’ acertou linda sequência que fez com que o ex-desafiante ao cinturão da divisão sucumbisse.

Aos 36 anos, Wineland vive momento conturbado no octógono. Ele sofreu seu segundo nocaute em sequência, também no primeiro round. Atualmente, o norte-americano vem de quatro derrotas nas últimas cinco lutas e, apesar de ser dono do recorde de mais nocautes na história da divisão, pode entrar no ‘corte’ do Ultimate..

Já Casteñeda, que havia sofrido um revés diante de Wood na decisão unânime dos juízes, se recuperou e venceu pela primeira vez no UFC.

ESTREIA COM O PÉ DIREITO…

Estreante, O’Neill vence no UFC Las Vegas 19. Foto: Reprodução/Instagram

Único combate feminino no card preliminar, a norte-americana Shana Dobson e a australiana Casey O’Neill se enfrentaram no terceiro duelo da noite. O combate foi marcado pelo domínio completo e vitória de O’Neill, que fez sua estreia no Ultimate, por nocaute no segundo round.

No primeiro round, a estreante O’Neill já partiu para a grade em busca da queda. Porém, Dobson logo conseguiu se desvencilhar e partiu para a trocação franca. Focada no jogo de wrestilng, a australiana conseguiu derrubar a norte-americana e trouxe um bom volume de golpes no chão. Os últimos segundos do assalto foram marcados por uma tentativa frustrada de finalização de O’Neill. Por cima, ela avançou para a perna, mas não conseguiu acabar com o combate.

A luta voltou da mesma forma. O’Neill por cima, Dobson tentando se defender. A australiana, no entanto, resolveu investir nas costas da adversária e fez uma linda transição para a montada. Em vantagem, ela investiu em socos para ferir a rival, que acabou sucumbindo aos poderes de sua oponente.

Aos 23 anos, Casey O’Neill é apontada como uma das maiores promessas do Ultimate nos moscas (até 56,7kg.). Agora, ela chega em sua sexta vitória consecutiva e segue invicta no MMA.

Com quatro derrotas em seis lutas no UFC, Shana Dobson volta a correr riscos de demissão. Agora, ela tem um cartel de quatro triunfos e quatro reveses no MMA e pode estar na lista de demissões de Dana White em breve.

ÚNICA DECISÃO

J. Gordon levou a melhor na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Os pesos penas Jared Gordon e Danny Chavez protagonizaram boa luta durante 15 minutos. Ao fim de três rounds, Gordon, que foi superior em todas as etapas, foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Chavez começou o combate apostava na estratégia e socos pontuais para atingir. No final do primeiro round, ele chegou a acertar sequência de golpes que abalaram seu adversário. O ‘Flash’, como é conhecido, tentava impor seu ritmo e encurralar. Nos segundos finais, ambos investiram na trocação em pé.

Na volta, Chavez parecia levar vantagem nos contragolpes. Ele, inclusive, chegou a tentar socos e chutes rodados em alguns momentos. Porém, de forma rápida, Gordon levou a luta ao solo e buscou pontuar e ‘magoar’ seu oponente.

No terceiro e último round, os combatentes cansaram e, apesar de ainda trocarem golpes, a força de vontade prevaleceu. Ainda assim, Jared Gordon aproveitou um momento de desequilíbrio de seu adversário para voltar a levar o combate ao chão. Faltando um minuto e meio para o fim da peleja, novamente outra troca de golpes em pé até o final.

Desde 2017, Jared Gordon é lutador do Ultimate. E, pela segunda vez, alcança a segunda vitória segunda. O norte-americano tem um cartel de 17 vitórias e quatro derrotas na carreira.

Danny Chavez, por outro lado, encontra seu primeiro revés na organização. Em sua carreira, são 11 resultados positivos e quatro negativos.

QUE NOCAUTE!

A. Zahavi volta a vencer no Ultimate após quatro anos. Foto: Reprodução/Instagram

Representante do peso galo (até 61,2kg.) Aiemann Zahabi voltou a vencer no Ultimate. Em duelo movimentado e com um resultado reverso, o canadense nocauteou Drako Rodriguez no primeiro round com um contragolpe no queixo. Ele volta a ‘sentir o gosto’ do triunfo após quatro anos.

Estreante na noite, Drako Rodriguez tomou a ação com um direto no primeiro minuto de combate. O norte-americano também apostou no chute de panturrilha, conhecido por ser um dos fatores predominantes na vitória de Dustin Poirier contra Conor McGregor, no UFC 257. Porém, ele não previa o poder de nocaute de Aiemann Zahabi. No contragolpe, o canadense – que até o instante não parecia ter entrado na luta -, acertou um soco no queixo seu oponente, já caindo nocauteado.

Assim, Aiemann Zahabi volta a vencer no Ultimate. Sua última vitória havia acontecido em 2017, contra o brasileiro Reginaldo Vieira. Ele conta com oito triunfos e dois reveses.

Por outro lado, Drako Rodriguez encontra sua segunda vitória em sua carreira. Profissional desde 2017 – ano do último resultado positivo de seu rival -, o norte-americano está sete vitórias e duas derrotas.

DOMÍNIO COMPLETO

S. Spivac nocauteou J. Vanderaa no UFC Las Vegas 19. Foto: Reprodução/Instagram

Na primeira luta do UFC Las Vegas 19, um massacre. Em sua quinta apresentação no Ultimate, Sergey Spivac conseguiu o terceiro triunfo de forma dominante. Aos 4m32s do segundo round, o moldavo não tomou conhecimento de Jared Vanderaa e, de forma dominante, nocauteou seu adversário.

O combate começou com Sergey buscando a queda logo no primeiro minuto de combate. Em vantagem, ele conseguiu desferir bons golpes – incluindo cotoveladas – na guarda do adversário. Jared, no entanto, sequer tinha forças para ‘explodir’ e ficar em pé, sendo alvo fácil de seu oponente.

No retorno da luta, os atletas apostaram na trocação franca. Logo aos 30 segundos, Spivac seguiu com o jogo de Wrestling e, novamente, esteve em vantagem. O moldavo bateu na linha de cintura e, com duas cotoveladas, conseguiu abrir o supercílio de seu oponente. Por outro lado, o norte-americano se virou, mas sequer conseguiu reagir.

Agora, Sergey Spivac chega a sua terceira vitória no Ultimate e amplia seu cartel para 12 triunfos e dois reveses na carreira. Já Jared Vanderaa, que assinou com o UFC após se destacar no ‘Contender Series’, inicia sua trajetória com o ‘pé esquerdo’ e agora tem um retrospecto de 11 resultados positivos e cinco negativos.

Resultados do UFC Las Vegas 19

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Curtis Blaydes x Derrick Lewis

Peso galo: Ketlen Vieira x Yana Kunitskaya

Peso pena: Charles Rosa x Darrick Minner

Peso pesado: Chris Daukaus derrotou Alexey Oleynik por nocaute técnico a 1m55s do R1

Peso médio: Phil Hawes derrotou Nassourdine Imavov na decisão majoritária dos juízes (29-28, 28-28, 29-28)

Peso pesado: Tom Aspinall finalizou Andrei Arlovski com um mata-leão a 1m09s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Jared Gordon derrotou Danny Chavez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso leve: Drakkar Klose x Luis Peña – Luta cancelada

Peso galo: John Castañeda derrotou Eddie Wineland por nocaute técnico a 4m44s do R1

Peso pena: Julian Erosa derrotou Nate Landwehr por nocaute técnico a 56seg. do R1

Peso mosca: Casey O’Neill derrotou Shana Dobson por nocaute técnico a 3m41s do R2

Peso pena: Chas Skelly x Jamall Emmers – Luta cancelada

Peso galo: Aiemann Zahabi derrotou Drako Rodriguez por nocaute a 3m05s do R1

Peso pesado: Sergey Spivac derrotou Jared Vanderaa por nocaute técnico a 4m32s do R2

Podcast #017: Qual o tamanho da vitória de Anderson Silva sobre Julio Cesar Chavez Jr no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments