Alex Cowboy descarta 'luta agarrada' no sábado e promete nocaute contra rival de última hora | SUPER LUTAS

Alex Cowboy descarta ‘luta agarrada’ no sábado e promete nocaute contra rival de última hora

Buscando estabilidade no Ultimate, brasileiro quer grande resultado diante de Ramazan Kuramagomedov; embate acontece no UFC Las Vegas 20

A. Cowboy será um dos representantes brasileiros no UFC Vegas 20. Foto: Divulgação / Twitter @ufc_Brasil

Mesmo com um adversário confirmado de última hora, Alex Cowboy está ciente do seu plano de jogo para o UFC Las Vegas 20, que acontece neste sábado (27), nos Estados Unidos. Rival de Ramazan Kuramagomedov neste final de semana, o brasileiro quer dar um grande show para os fãs e só tem uma previsão para o duelo: o nocaute. Em entrevista ao ‘Combate’, o lutador de Três Rios falou sobre o compromisso.

Veja Também

“No ‘meio do caminho’, meu mestre falou que trocaram o adversário (risos). Eu falei: ‘Como assim, cara? Estou indo para lá (Las Vegas) e não tem adversário?’. A gente se prepara para um adversário, troca, mas o que importa é que vou lutar. Vou nocautear, sem dúvida. Seja no primeiro ou no segundo round. Ele vai dar bobeira e vou soltar a mão nele. A galera não pode perder, porque ‘sabadão’ o pau vai cantar”, cravou o combatente.

Inicialmente, o brasileiro trocaria forças contra Randy Brown no espetáculo deste final de semana. O norte-americano, no entanto, deixou o card a poucos dias do confronto e acabou substituído por Ramazan. O lutador de Três Rios, então, falou sobre a mudança no ‘encaixe’ entre os estilos.

“O Brown ia me deixar trocar, ia ficar na curta e na longa distância. Esses Magomedov (risos) gostam de ficar agarrado, é uma mudança de jogo, mas vou para dentro. Não sei falar esse negócio (nome), meu negócio é sair na mão mesmo. Vou usar minha agilidade, me movimentar mais e espetar de longe, porque sou maior do que ele. Vou usar a envergadura dele a meu favor, mantendo a distância. Vai ser uma luta dura. Ele não tem nome, mas deu para ver que é duro, está invicto”, finalizou.

No UFC desde 2015, Alex tem buscado a estabilidade dentro da organização. Entre 2018 e 2019, o lutador viveu o pior momento da sua carreira, com três derrotas consecutivas. O combatente, no entanto, conseguiu se recuperar em 2020, emplacando dois resultados positivos em sequência.

Em seu último compromisso, no entanto, Cowboy acabou derrotado pelo estreante Shavkat Rakhmonov, em outubro. Agora, o brasileiro tenta retomar o caminho das vitórias.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments