Após se desculpar com Sterling, Petr Yan muda discurso e volta a acusar rival de encenação no UFC 259 | SUPER LUTAS

Após se desculpar com Sterling, Petr Yan muda discurso e volta a acusar rival de encenação no UFC 259

Desqualificado após joelhada ilegal na disputa do cinturão dos galos, russo analisa desfecho inusitado do último final de semana

P. Yan dominou parte do combate com A. Sterling, mas foi desclassificado após joelhada ilegal. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de ser desqualificado e perder o cinturão no UFC 259, Petr Yan se desculpou com o rival, mas parece ter mudado de opinião. Dias após a joelhada ilegal em Aljamain Sterling, que custou o título dos galos (até 61,2kg.), o russo insinuou que o rival encenou uma lesão, sugerindo que o oponente teria condições de seguir no confronto. Em entrevista à ‘ESPN’, o, agora, ex-campeão, apontou sua visão do episódio.

Veja Também

“Eu estava tentando entender o que estava acontecendo. Eu revi a cena e notei o árbitro (Mark Smith) dizer ao médico que foi uma joelhada ilegal, dizendo (na sequência) que iria me desqualificar. Aljamain estava sentado perto deles. Estava ouvindo tudo o que o árbitro dizia para o médico. Depois, a gente pode ver que Aljamain começou a se sentir pior. Então, ele começou a mentir no chão”, disse Yan.

Para o russo, Sterling valorizou o momento, entendendo que poderia ser beneficiado com a decisão de Mark Smith em interromper o duelo. Assim, Petr foi além e afirmou que, pelas reações do adversário, seu raciocínio explica o desfecho.

“Você pode ver que, logo após a joelhada, ele estava tentando se recuperar. A partir daí, senti que ele começou a exagerar, a atuar, porque ele escutou o que o árbitro disse. Eu sinto que ele (Aljamain) poderia ter continuado. A decisão era dele, de não seguir. Primeiro, ele disse que não se lembrava do que aconteceu, depois, ele começou a explicar. Ele deu entrevista após o confronto. Para mim, é muito óbvio que ele tinha noção do que estava acontecendo, do que ele estava fazendo. Foi opção dele não continuar e vencer com uma desqualificação”, disparou.

Logo após o espetáculo do último final de semana, o presidente do Ultimate, Dana White, confirmou que haverá uma revanche imediata entre os combatentes. Ansioso pela chance de recuperar seu antigo título, Yan não titubeou e disse que não precisa de muito tempo para voltar ao octógono.

“Eles já me procuraram e perguntaram quando estarei pronto para lutar de novo. Eu disse que em um mês ou dois. Quando quiserem. Como já disse, fui punido pelo que eu fiz. Perdi o cinturão, parte no pay-per-view e tudo o que vem junto com ser o campeão. (…) A revanche é a coisa mais lógica a se fazer”, finalizou.

O encontro entre Petr e Aljamain Sterling marcou a primeira defesa de cinturão do russo. O atleta, que se tornou campeão dos galos em julho de 2020, ao bater José Aldo, acabou se tornando o primeiro lutador da história do UFC a perder o título por desqualificação.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments