De volta ao MMA, Miesha Tate afirma que pode vencer Amanda Nunes em eventual revanche | SUPER LUTAS

De volta ao MMA, Miesha Tate afirma que pode vencer Amanda Nunes em eventual revanche

Atropelada pela ‘Leoa’ no UFC 200, no duelo que rendeu o cinturão dos galos à brasileira, norte-americana aposta que desfecho seria diferente em nova luta

M. Tate (esq.) e A. Nunes (dir.) em encarada em 2016. Foto: Reprodução/Instagram @mieshatate

Depois de anunciar sua volta ao MMA após mais de quatro anos fora do esporte, Miesha Tate não quer apenas competir. Com luta marcada para 17 de julho, a ex-campeã do peso galo (até 61,2kg.) já sonha com uma eventual revanche contra Amanda Nunes, para quem perdeu o título em 2016. Em entrevista ao ‘MMA on SiriusXM’, a ‘Cupcake’ mostrou respeito aos feitos da brasileira, mas afirmou que pode chocar o mundo em um reencontro com a ‘Leoa’.

Veja Também

“Eu adoraria fazer a revanche. Gostaria de enfrentá-la (Amanda), porque eu sei que tenho o estilo para vencê-la. Não vou tirar nada dela. Ela é uma mulher assustadora, bate como um homem e eu sei bem disso. Dividi o octógono com ela e acompanhei o que ela fez desde então. Tenho planos, objetivos e sou alguém que, quando pressionada, faço as coisas acontecerem”, afirmou Tate.

Na busca para retomar a condição de desafiante ao título da divisão, Miesha tem compromisso marcado contra Marion Reneau. Caso supere a veterana, a ex-campeã automaticamente retornará à elite da categoria, que vem sendo dominada por Nunes desde o UFC 200.

Quando se encontraram, há mais de quatro anos, Tate buscava conquistar sua primeira defesa de título. Meses antes, a ‘Cupcake’ havia superado Holly Holm e conquistado seu primeiro cinturão no Ultimate.

Diante daquela que se tornaria a maior lutadora de todos os tempos anos depois, o que se viu foi um desequilíbrio total. Agressiva, Amanda não deu chances à então campeã e fez parecer fácil a conquista, finalizando a norte-americana ainda no primeiro round.

Buscando a recuperação, Tate voltou ao octógono quatro meses depois, mas acabou sendo batida por Raquel Pennington. Após perder por pontos, a atleta anunciou a aposentadoria ainda no octógono.

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments