Vicente Luque é favorito, mas Thominhas Almeida sai como azarão no UFC 260 | SUPER LUTAS

Vicente Luque é favorito, mas Thominhas Almeida sai como azarão no UFC 260

Brasileiros são cotados de forma oposta na Odds Shark; Luque leva vantagem diante do ex-campeão Tyron Woodley, enquanto Thominhas é zebra contra Sean O'Malley

V. Luque é favorito no UFC 260. Foto: Reprodução/Instagram

Além da disputa do cinturão do peso pesado na luta Stipe Miocic x Francis Ngannou, o UFC 260 contará com dois atletas brasileiros subindo no octógono no card principal.  De acordo com a Odds Shark Vicente Luque é cotado como favorito diante do ex-campeão dos meio-médios Tyron Woodley, enquanto Thominhas Almeida é visto como azarão diante de Sean O’Malley. Veja como você pode conseguir uma grana extra dando os seus palpites nas apostas esportivas do Bodog.

Como apostar?

Para começar, você acessa a Odds Shark, escolhe uma casa de apostas e faz o seu cadastro. Depois de efetuar uma quantia, já pode começar a investir e a se divertir.

(R$ 3,10) Tyron Woodley x Vicente Luque (R$ 1,37)

De Brasília vem Vicente Luque. O lutador candango é bem favorito para sair vencedor no embate do peso meio-médio, rentabilizando R$ 1,37 a cada R$ 1,00 aplicado por você nas casas de apostas. Com o cartel de 19 vitórias, sete derrotas e um empate, ele está com dois triunfos seguidos, diante de Randy Brown e Niko Price. O revés mais recente foi em 2019, sofrido para Stephen Thompson.

O dono da casa, o americano Tyron Woodley, está numa maré de azar danada, com três derrotas consecutivas. Ele não ganha desde 2018, por isso paga R$ 3,10. O seu histórico de lutas é de 19 resultados positivos, seis negativos e uma igualdade. Vai ser a primeira vez que Vicente e Luque ficarão cara a cada no octógono.

(R$ 1,32) Sean O’Malley x Thomas Almeida (R$ 3,40)

No peso galo, o paulistano Thomas Almeida é azarão, ao contrário do compatriota citado acima. Ele gera o retorno de R$ 3,40 para 1 em caso de vitória no fim de semana. O seu cartel é de 22 vitórias e quatro derrotas. Apesar dos números da carreira serem bons, o brazuca vem de três reveses seguidos de 2017 até aqui, 2021.

O favoritismo do americano Sean O’Malley é totalmente justificado, afinal o gringo só tem uma derrota e 12 vitórias – sendo oito por nocaute. Ele busca se recuperar do primeiro revés da carreira, ocorrido em agosto do ano passado para Marlon Vera, resultado que acabou com a sua longa invencibilidade.

(R$ 2,35) Gillian Robertson x Miranda Maverick (R$ 1,60)

Entre as mulheres, no peso mosca, a americana Miranda Maverick, com oito vitórias – quatro seguidas recentemente – e dois empates. Nas casas de apostas, ela é cotada como mais provável para vencer, rendendo R$ 1,60 contra R$ 2,35 da canadense Gillian Robertson, que está com nove triunfos e cinco reveses. Ela não vence há uma luta.

Palpites: triunfos de Vicente Luque (R$ 1,37), Sean O’Malley (R$ 1,32) e Miranda Maverick (R$ 1,60).

Veja também: Alexander Volkanovski testa positivo para Covid-19 e está fora da luta contra Brian Ortega no UFC 260

Confira as lutas e as cotas do UFC 260:

Sábado (27 de março)

CARD PRINCIPAL

A partir das 23h, no horário de Brasília

Peso pesado: (R$ 1,95) Stipe Miocic x Francis Ngannou (R$ 1,80)

Peso meio-médio: (R$ 3,00) Tyron Woodley x Vicente Luque (R$ 1,40)

Peso galo: (R$ 1, 30) Sean O’Malley x Thomas Almeida (R$ 3,50)

Peso leve: (R$ 1,77) Jamie Mullarkey x Khama Worthy (R$ 2,10)

CARD PRELIMINAR

A partir das 19h, no horário de Brasília

Peso meio-pesado: (R$ 1,33) Wiliam Knight x Alonzo Menifield (R$ 3,35)

Peso meio-médio: (R$ 2,90) Jared Gooden x Abubakar Nurmagomedov (R$ 1,41)

Peso meio-pesado: (R$ 2,40) Modestas Bukauskas x Michal Oleksiejczuk (R$ 1,58)

Peso mosca: (R$ 2,35) Gillian Robertson x Miranda Maverick (R$ 1,60)

Peso pena: (R$ 1,52) Omar Morales x Shane Young (R$ 2,55)

Peso médio: (R$ 1,80) Marc-André Barriault x Abu Azaitar (R$ 2,05)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments