Patrício Pitbull diz que 'envergonharia' Volkanovski, caso eles lutassem: 'Ele não é bom em nada' | SUPER LUTAS

Patrício Pitbull diz que ‘envergonharia’ Volkanovski, caso eles lutassem: ‘Ele não é bom em nada’

Atual campeão dos penas do Bellator (até 65,7kg), brasileiro afirmou que seria um 'massacre', caso enfrentasse o australiano, líder da mesma divisão do UFC

P. Pitbull faz sua quinta defesa do título dos penas no Bellator 255. Foto: Reprodução/Instagram

Atual campeão peso pena do Bellator (até 65,7kg), Patrício Pitbull deu a sua opinião sobre como seria um possível duelo com Alexander Volkanovski, líder da mesma divisão no UFC. O brasileiro esbanjou confiança, afirmando que derrotaria o australiano com muita facilidade e desdenhou das capacidades do seu adversário utópico. A declaração foi dada ao site ‘Bloody Elbow‘.

Veja Também

“Seria um massacre. Volkanovski não é bom em nada. Ele não é bom em pé e não finaliza ninguém. Isso não vai funcionar comigo, eu vou pegá-lo e vou machucá-lo. A única razão pela qual ele aceitou meu desafio no ‘Twitter‘ é porque ele sabe que Dana (White) não faria isso (uma luta entre os dois). Se nós lutássemos, eu iria acabar com ele, eu iria envergonhá-lo”, declarou o brasileiro.

Campeão dos penas (até 65,7kg) e dos leves (até 70,3kg) do Bellator, Patrício Pitbull é considerado um dos maiores atletas de MMA que atuam fora do UFC. Com um cartel de 31 vitórias e quatro derrotas, o brasileiro é o número um do ranking peso por peso da organização presidida por Scott Coker. Seu último revés foi em agosto de 2016, quando foi derrotado por Ben Henderson, por nocaute técnico, após lesionar a perna direita.

O atleta potiguar, irá defender o seu título dos penas contra Emmanuel Sanchez, nessa sexta-feira (02), no Bellator 255, que acontecerá em Uncasville (EUA). O confonto também será válido pelas semifinais do torneio do grupo até 65,7kg., que premia o vencedor com US$1 milhão (cerca de R$5,7 milhões).

Atual líder dos penas do UFC, Alexander Volkanovski possui um cartel de 22 vitórias e uma derrota. Ainda invicto no Ultimate, o australiano não sabe o que é um revés desde maio de 2013. Em seu último combate, venceu a revanche contra Max Holloway, por pontos, no UFC 251, que ocorreu em julho de 2020.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments