Darren Till lamenta lesão e diz que teria 'luta mais fácil da carreira' contra Marvin Vettori | SUPER LUTAS

Darren Till lamenta lesão e diz que teria ‘luta mais fácil da carreira’ contra Marvin Vettori

Fora do UFC Las Vegas 23 por problemas na clavícula, inglês segue criticando italiano por duvidar da veracidade do dano

D. Till enfrentaria M. Vettori no UFC Las Vegas 23. Foto: Reprodução/Instagram

O peso médio (até 83,9kg.) Darren Till está incomodado com os comentários de Marvin Vettori, que o acusou de ‘fingir’ uma lesão na clavícula para sair do UFC Las Vegas 23. Os atletas fariam a atração principal do evento, mas o inglês precisou se retirar e foi substituído por Kevin Holland em combate que acontece no sábado (10).

Veja Também

Em suas redes sociais, Till se manifestou pela primeira vez e falou sobre a lesão. Segundo ele, seu esforço durante os treinamentos é grande e faz com que prejuízos sejam frequentes. O inglês ainda aproveitou a oportunidade para provocar Vettori, alegando que teria a ‘luta mais fácil’ de sua carreira.

“O que há com você, Marvin Vettori? Estão faltando alguns neurônios ou algo assim? Se você soubesse o que eu passei no treinamento para lutar com você, não falaria nada. Você seria minha luta mais fácil da carreira e é um saco de pancadas ambulante, portanto mantenha sua boca fechada. Eu garanto que, em cada camp, treino com lesões muito mais duras que as suas e de 90% dos lutadores. O que você quer que eu faça? Eu quebrei minha clavícula. E você não é da Itália, você viveu na Califórnia a maior parte de sua vida, sendo um bastardo mentiroso. Vou marcar você no meu raio-x para que você possa dormir tranquilo esta noite”, escreveu Till.

Atualmente, Darren Till ocupa a quinta colocação na categoria e está atrás apenas de Derek Brunson, Jared Cannonier, Paulo Borrachinha e Robert Whittaker, além do campeão Israel Adesanya, que já abriu possibilidade de enfrentá-lo no futuro.

Marvin Vettori, que enfrenta Kevin Holland no UFC Las Vegas 23, é o quinto do ranking da divisão. O italiano lutou pela última vez em dezembro de 2020, quando venceu Jack Hermansson na decisão unânime. Atualmente, ele chega com uma sequência de quatro triunfos seguidos e não perde desde 2018, quando foi derrotado na decisão dividida contra Israel Adesanya.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments