Insatisfeito com vitória por pontos no UFC 251, Usman promete novo desfecho na revanche com Masvidal | SUPER LUTAS

Insatisfeito com vitória por pontos no UFC 251, Usman promete novo desfecho na revanche com Masvidal

Disposto a ‘quebrar o espírito’ do norte-americano, campeão dos meio-médios garante que não deixará novo confronto chegar à decisão dos juízes

J. Masvidal (dir.) foi amplamente dominado por K. Usman (esq.) no UFC 251. Foto: Reprodução/Instagram

A decisão de Kamaru Usman em aceitar uma revanche contra Jorge Masvidal não foi ao acaso. Campeão dos meio-médios (até 77kg.), o nigeriano não aceitou bem a vitória por pontos contra o norte-americano no UFC 251 e prometeu um novo desfecho no novo confronto, confirmado para 24 de abril. Em entrevista à ‘ESPN’, o líder da divisão explicou o que pretende fazer contra o ‘Jesus das Ruas’.

Veja Também

“Honestamente, acho que não o quebrei da forma que eu queria. É algo que me satisfaz quando eu enfrento esses caras. Acho que anos atrás, (Jon) Jones falou sobre isso. Quando você está lá (no octógono) com seu oponente, há um momento tão íntimo em que só você e o adversário sabem o que está acontecendo. Apenas você e o rival sabem o quão pesada a mão do outro está. Com o Masvidal, eu não sinto que o quebrei como eu gostaria”, afirmou o campeão.

Líder dos meio-médios desde 2019, Masvidal tem se mostrado, a cada compromisso, capaz de promover grandes apresentações. Invicto no Ultimate, o lutador vem traçando uma trajetória perfeita, mas, em seu interior, o nigeriano acredita que pode mais.

“Com todo mundo (que enfrentei), sei que os quebrei. Sei que quebrei o espírito deles, o coração. É isso o que eu estou procurando (contra Masvidal). É viciante para mim e, por isso continuo. Quebrá-los de um jeito que eles acordem de manhã e lembrem de mim”, finalizou.

Quando se enfrentaram pela primeira vez, Jorge aceitou a disputa de cinturão com menos de uma semana de antecedência. O norte-americano topou ‘salvar’ o UFC 251, substituindo Gilbert Durinho, cortado do embate após contrair Covid-19.

Na luta, Masvidal não teve muita chance. Vítima da luta agarrada do nigeriano, o ‘Jesus das Ruas’ pouco produziu e acabou dominado por cerca de 25 minutos, perdendo na decisão unânime dos juízes.

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments