UFC Las Vegas 24: Joelhada no genital encerra luta de pesos pesados no card preliminar | SUPER LUTAS

UFC Las Vegas 24: Joelhada no genital encerra luta de pesos pesados no card preliminar

Alexander Romanov recebeu um golpe ilegal de Juan Espino e não conseguiu voltar para o combate; o romeno foi declarado vencedor por decisão dos juízes

Alexander Romanov venceu Juan Espino no UFC Las Vegas 24 Foto: Instagram / @ufc_brasil

O combate que fechou o card preliminar do UFC Las Vegas 24, terminou de forma decepcionante. O duelo entre os pesados (até 120,2kg) Alexander Romanov e Juan Espino, realizado neste sábado (17), foi interrompido no terceiro round, após o espanhol acertar uma joelhada nas genitais do romeno, que não conseguiu retornar ao combate. Com o golpe baixo, o resultado foi para a papeleta dos juízes que declararam Romanov vencedor por decisão dividida.

Com o resultado, Alexander manteve a sua invencibilidade no MMA profissional. Agora, peso pesado ostenta o cartel de 15 vitórias. Contratado pelo Ultimate em 2020, o lutador emendou a sua terceira vitória consecutiva na organização. O romeno estreou vencendo Roque Martinez e em seguida derrotou o brasileiro Marcos Pezão.

Adversário de Romanov, Juan Espino, conheceu a sua primeira derrota no UFC O espanhol foi contratado após participar da vigésima oitava edição do reality show ‘The Ultimate Fighter‘.  O seu primeiro combate na organização, foi em setembro de 2020, sobre Jeff Hughes, no UFC 253. O combatente agora ostenta o cartel de 10 triunfos e dois reveses.

A luta

O duelo começou com os dois atletas trocando golpes no centro do octógono, porém, rapidamente, Romanov botou Espino para baixo e passou a dominar as ações. O romeno era melhor nos golpes e o espanhol tentava se defender dos golpes e das tentativas de finalização do seu adversário.

Na segunda parcial, o espanhol começou tentando derrubar Romanov, porém sem sucesso. Os dois permaneceram em pé trocando golpes no clinch e o duelo ficou mais equilibrado. Na segunda metade do assalto, o romeno derrubou novamente o seu adversário, porém conseguiu apenas alguns golpes pouco efetivos. Os dois atletas terminaram o round aparentando muito cansaço.

No ínicio da terceira parcial, em uma troca de golpes no clinch, Romanov levou um golpe baixo na sua região genital e caiu sentindo muitas dores. Após os cinco minutos a que tem direito para ‘respirar’, o romeno alegou que não tinha condições de retornar ao combate.  Após o arbitro decretar o fim do combate, foram aberta as papeletas do juízes que deram a vitória a Alexander por decisão dividida.

Jessica Penne acaba com invencibilidade de mexicana

J. Penne venceu Lupita Godinez Foto: Instagram/ @ufc

No duelo da experiência contra a juventude, venceu quem ‘chegou primeiro’. Usando um ‘jogo seguro’, Jéssica Penne derrotou Lupita Godinez usando bastante o jogo de clinch e a luta agarrada. A mexicana foi guerreira, mostrou boa trocação e encarou a veterana mas perdeu a sua invencibilidade na decisão dividida dos juízes.

O triunfo marcou o retorno de Jéssica ao octógono após quatro anos. Seu último combate havia sido em abril de 2017, contra Danielle Taylor. Antes da luta contra Godinez, a norte-americana enfrentou uma sequência de lesões e uma suspensão por doping que a deixou inativa por muito tempo. A lutadora agora exibe o cartel com 13 triunfos e cinco reveses.

Já Lupita Godinez, conheceu a sua primeira derrota no MMA profissional. Profissional desde 2018, a mexicana de 27 anos ostenta agora, o cartel de cinco vitórias e um revés.

Meerschaert finaliza Fabinski e volta a vencer no Ultimate

Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabinski no UFC Las Vegas 24. Foto: Reprodução/Instagram

O duelo entre dois atletas que vinham de resultados negativos, foi decidido de forma bem rápida. o norte-americano Gerald Meerschaert não deu sopa para o azar e finalizou o polonês Bartosz Fabinski com dois minutos do primeiro round. O duelo foi válido pela divisão dos médios (83,9kg).

Com o triunfo, Gerald Meerschaert volta a vencer após dois resultados negativos em sequência. Vindo de derrota para o badalado Khamzat Chimaev, o norte-americano se reencontrou com as vitórias. Lutando no UFC desde 2016, o combatente soma 35 triunfos e 14 reveses em seu histórico profissional.

O polonês Bartosz Fabinski sofreu a sua segunda derrota desde que voltou ao Ultimate. Em seu combate de retorno, o lutador de 34 anos foi derrotado por André Muniz, em setembro de 2020. O atleta europeu agora ostenta 15 vitórias e cinco derrotas em seu histórico profissional.

Austin Hubbard derrota Dakota Bush na decisão dos juízes

A. Hubbard derrotou Dakota Bush na decisão dos juízes FOTO: Instagram / @ufc

Em combate que foi equilibrado apenas no primeiro round, Austin Hubbard soube se aproveitar do desgaste de Dakota Bush para vencer na decisão dos juízes. O ex-campeão da LFA se aproveitou do cansaço do estreante a partir do segundo round e abusou dos golpes na montada. Sem forças para reagir, Bush foi presa fácil até o último soar do gongo.

Buscando regularidade nos resultados, Austin voltou a vencer no Ultimate. Contratado em 2019, o ex-campeão dos leves (até 70,3kg) da LFA alterna vitórias e derrotas desde o seu debute na organização. Após o triunfo sobre Bush, o lutador passa a ter o cartel com 13 triunfos e cinco reveses.

Estreando com o pé esquerdo na organização, Dakota Bush foi derrotado após dois triunfos seguidos na sua antiga organização, a LFA. O atleta de 26 anos agora ostenta o cartel de oito vitórias e três derrotas.

Em duelo movimentado, Gravely atropela Birchak

T. Gravely nocauteou Anthony Birchak FOTO: Instagram / @ufc

O duelo que inaugurou a noite de lutas começou com muita intensidade. Tony Gravely e Anthony Birchak  iniciaram a peleja trocando socos e chutes desde os primeiros segundos. Após um primeiro assalto levemente superior, Gravely se aproveitou de um descuido do veterano e acertou um cruzado que o levou ao chão. O arbitro interrompeu a luta no mesmo instante do golpe derradeiro.

Após estrear com derrota no Ultimate, Tony Gravely venceu a segunda luta consecutiva. O peso galo (até 61,2kg) debutou com revés para Brett Jhons em janeiro de 2020. O seu primeiro triunfo veio em novembro do mesmo ano contra Geraldo de Freitas. Com a vitória sobre Birchak, o norte-americano passa a somar em seu cartel 21 vitórias e seis reveses.

O veterano Anthony ainda não conseguiu vencer desde que começou a sua segunda passagem pelo Ultimate. O lutador retornou ao evento em novembro de 2020, quando foi finalizado por Gustavo Lopez. Com o revés para Gravely, o atleta de 34 anos passa a ostentar o cartel de 15 vitórias e oito derrotas.

Resultados do UFC Las Vegas 24

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Robert Whittaker x Kelvin Gastelum

Peso leve: Jeremy Stephens x Drakkar Klose – Luta cancelada

Peso pesado: Andrei Arlovski derrotou Chase Sherman na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Jacob Malkoun derrotou Abdul Razak Alhassan na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Tracy Cortez derrotou Justine Kish na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27))

Peso leve: Luis Peña derrotou Alexander Muñoz na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Alexandr Romanov derrotou Juan Espino na decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Jessica Penne derrotou Lupita Godinez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio: Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabinski com uma guilhotina a 2m do R1

Peso leve: Austin Hubbard derrotou Dakota Bush na decisão unânime do sjuízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Tony Gravely derrotou Anthony Birchak por nocaute técnico a 1m31s do R2

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments