UFC Las Vegas 24: Joelhada no genital encerra luta de pesos pesados no card preliminar

Alexander Romanov recebeu um golpe ilegal de Juan Espino e não conseguiu voltar para o combate; o romeno foi declarado vencedor por decisão dos juízes

Alexander Romanov venceu Juan Espino no UFC Las Vegas 24 Foto: Instagram / @ufc_brasil

O combate que fechou o card preliminar do UFC Las Vegas 24, terminou de forma decepcionante. O duelo entre os pesados (até 120,2kg) Alexander Romanov e Juan Espino, realizado neste sábado (17), foi interrompido no terceiro round, após o espanhol acertar uma joelhada nas genitais do romeno, que não conseguiu retornar ao combate. Com o golpe baixo, o resultado foi para a papeleta dos juízes que declararam Romanov vencedor por decisão dividida.

Com o resultado, Alexander manteve a sua invencibilidade no MMA profissional. Agora, peso pesado ostenta o cartel de 15 vitórias. Contratado pelo Ultimate em 2020, o lutador emendou a sua terceira vitória consecutiva na organização. O romeno estreou vencendo Roque Martinez e em seguida derrotou o brasileiro Marcos Pezão.

PUBLICIDADE:

Adversário de Romanov, Juan Espino, conheceu a sua primeira derrota no UFC O espanhol foi contratado após participar da vigésima oitava edição do reality show ‘The Ultimate Fighter‘.  O seu primeiro combate na organização, foi em setembro de 2020, sobre Jeff Hughes, no UFC 253. O combatente agora ostenta o cartel de 10 triunfos e dois reveses.

A luta

O duelo começou com os dois atletas trocando golpes no centro do octógono, porém, rapidamente, Romanov botou Espino para baixo e passou a dominar as ações. O romeno era melhor nos golpes e o espanhol tentava se defender dos golpes e das tentativas de finalização do seu adversário.

PUBLICIDADE:

Na segunda parcial, o espanhol começou tentando derrubar Romanov, porém sem sucesso. Os dois permaneceram em pé trocando golpes no clinch e o duelo ficou mais equilibrado. Na segunda metade do assalto, o romeno derrubou novamente o seu adversário, porém conseguiu apenas alguns golpes pouco efetivos. Os dois atletas terminaram o round aparentando muito cansaço.

No ínicio da terceira parcial, em uma troca de golpes no clinch, Romanov levou um golpe baixo na sua região genital e caiu sentindo muitas dores. Após os cinco minutos a que tem direito para ‘respirar’, o romeno alegou que não tinha condições de retornar ao combate.  Após o arbitro decretar o fim do combate, foram aberta as papeletas do juízes que deram a vitória a Alexander por decisão dividida.

PUBLICIDADE:

Jessica Penne acaba com invencibilidade de mexicana

J. Penne venceu Lupita Godinez Foto: Instagram/ @ufc

No duelo da experiência contra a juventude, venceu quem ‘chegou primeiro’. Usando um ‘jogo seguro’, Jéssica Penne derrotou Lupita Godinez usando bastante o jogo de clinch e a luta agarrada. A mexicana foi guerreira, mostrou boa trocação e encarou a veterana mas perdeu a sua invencibilidade na decisão dividida dos juízes.

O triunfo marcou o retorno de Jéssica ao octógono após quatro anos. Seu último combate havia sido em abril de 2017, contra Danielle Taylor. Antes da luta contra Godinez, a norte-americana enfrentou uma sequência de lesões e uma suspensão por doping que a deixou inativa por muito tempo. A lutadora agora exibe o cartel com 13 triunfos e cinco reveses.

PUBLICIDADE:

Lupita Godinez, conheceu a sua primeira derrota no MMA profissional. Profissional desde 2018, a mexicana de 27 anos ostenta agora, o cartel de cinco vitórias e um revés.

Meerschaert finaliza Fabinski e volta a vencer no Ultimate

Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabinski no UFC Las Vegas 24. Foto: Reprodução/Instagram

O duelo entre dois atletas que vinham de resultados negativos, foi decidido de forma bem rápida. o norte-americano Gerald Meerschaert não deu sopa para o azar e finalizou o polonês Bartosz Fabinski com dois minutos do primeiro round. O duelo foi válido pela divisão dos médios (83,9kg).

Com o triunfo, Gerald Meerschaert volta a vencer após dois resultados negativos em sequência. Vindo de derrota para o badalado Khamzat Chimaev, o norte-americano se reencontrou com as vitórias. Lutando no UFC desde 2016, o combatente soma 35 triunfos e 14 reveses em seu histórico profissional.

O polonês Bartosz Fabinski sofreu a sua segunda derrota desde que voltou ao Ultimate. Em seu combate de retorno, o lutador de 34 anos foi derrotado por André Muniz, em setembro de 2020. O atleta europeu agora ostenta 15 vitórias e cinco derrotas em seu histórico profissional.

Austin Hubbard derrota Dakota Bush na decisão dos juízes

A. Hubbard derrotou Dakota Bush na decisão dos juízes FOTO: Instagram / @ufc

Em combate que foi equilibrado apenas no primeiro round, Austin Hubbard soube se aproveitar do desgaste de Dakota Bush para vencer na decisão dos juízes. O ex-campeão da LFA se aproveitou do cansaço do estreante a partir do segundo round e abusou dos golpes na montada. Sem forças para reagir, Bush foi presa fácil até o último soar do gongo.

Buscando regularidade nos resultados, Austin voltou a vencer no Ultimate. Contratado em 2019, o ex-campeão dos leves (até 70,3kg) da LFA alterna vitórias e derrotas desde o seu debute na organização. Após o triunfo sobre Bush, o lutador passa a ter o cartel com 13 triunfos e cinco reveses.

Estreando com o pé esquerdo na organização, Dakota Bush foi derrotado após dois triunfos seguidos na sua antiga organização, a LFA. O atleta de 26 anos agora ostenta o cartel de oito vitórias e três derrotas.

Em duelo movimentado, Gravely atropela Birchak

T. Gravely nocauteou Anthony Birchak FOTO: Instagram / @ufc

O duelo que inaugurou a noite de lutas começou com muita intensidade. Tony Gravely e Anthony Birchak  iniciaram a peleja trocando socos e chutes desde os primeiros segundos. Após um primeiro assalto levemente superior, Gravely se aproveitou de um descuido do veterano e acertou um cruzado que o levou ao chão. O arbitro interrompeu a luta no mesmo instante do golpe derradeiro.

Após estrear com derrota no Ultimate, Tony Gravely venceu a segunda luta consecutiva. O peso galo (até 61,2kg) debutou com revés para Brett Jhons em janeiro de 2020. O seu primeiro triunfo veio em novembro do mesmo ano contra Geraldo de Freitas. Com a vitória sobre Birchak, o norte-americano passa a somar em seu cartel 21 vitórias e seis reveses.

O veterano Anthony ainda não conseguiu vencer desde que começou a sua segunda passagem pelo Ultimate. O lutador retornou ao evento em novembro de 2020, quando foi finalizado por Gustavo Lopez. Com o revés para Gravely, o atleta de 34 anos passa a ostentar o cartel de 15 vitórias e oito derrotas.

Resultados do UFC Las Vegas 24

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Robert Whittaker x Kelvin Gastelum

Peso leve: Jeremy Stephens x Drakkar Klose – Luta cancelada

Peso pesado: Andrei Arlovski derrotou Chase Sherman na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Jacob Malkoun derrotou Abdul Razak Alhassan na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Tracy Cortez derrotou Justine Kish na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27))

Peso leve: Luis Peña derrotou Alexander Muñoz na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Alexandr Romanov derrotou Juan Espino na decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Jessica Penne derrotou Lupita Godinez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio: Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabinski com uma guilhotina a 2m do R1

Peso leve: Austin Hubbard derrotou Dakota Bush na decisão unânime do sjuízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Tony Gravely derrotou Anthony Birchak por nocaute técnico a 1m31s do R2

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , ,


Comentários

Deixe um comentário

Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88