Robert Whittaker explica por que não aceitou enfrentar Israel Adesanya no UFC 263 | SUPER LUTAS

Robert Whittaker explica por que não aceitou enfrentar Israel Adesanya no UFC 263

Atual número um dos médios declarou que o combate foi oferecido, porém, não conseguiria se preparar a tempo para 12 de junho; Marvin Vettori disputará o título

R. Whittaker em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Não foi dessa vez que Robert Whittaker conseguiu a sonhada revanche contra Israel Adesanya. O neozelandês declarou que recebeu o convite para enfrentar o atual campeão dos médios (até 83,9kg) no UFC 263, confirmado para 12 de junho, porém, o tempo de preparação foi determinante. Em entrevista à ‘ESPN’, o atleta falou sobre a situação.

Veja Também

Eles (UFC) me ofereceram a luta cerca de uma hora depois do meu combate com Gastelum. Não tinha como, fisicamente, eu fazer isso. Além das lesões da última luta para lidar, eu teria que voar para casa na Austrália e cumprir as duas semanas de isolamento obrigatório. Depois, eu teria que ver como meu corpo estaria e aí somente após isso, eu começaria a preparação. Seria impossível eu estar pronto em junho”, declarou Whittaker.

Atual número um do ranking dos médios, Robert busca retomar o cinturão da categoria que liderou de 2017 a 2019. O combatente possui um histórico no MMA de 23 vitórias e cinco derrotas. Em sua última luta, ‘The Reaper‘ derrotou Kelvin Gastelum em excelente atuação no duelo principal do UFC Las Vegas 24.

Com Whittaker indisponível, o título dos médios será disputado entre o campeão Israel Adesanya e Marvin Vettori, atual número três da categoria. O duelo encabeçará o espetáculo de junho, que também contará com a disputa do título dos moscas (até 56,7kg.), na revanche de Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno, na luta co-principal.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments