Dana White impõe condição para trilogia entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko | SUPER LUTAS

Dana White impõe condição para trilogia entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko

Mandatário não mostra empolgação para um terceiro duelo entre as atletas e afirmou que o combate só irá acontecer se as duas mostrarem interesse

Nunes já derrotou Valentina duas vezes no Ultimate (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

O presidente do UFC Dana White não pareceu muito animado para uma possível trilogia entre Valentina Shevchenko e Amanda Nunes. Questionado sobre a possibilidade desse combate ser agendado em breve, o mandatário impôs uma condição. A declaração foi dada na entrevista coletiva após o UFC 261.

Veja Também

“Se as duas vierem até mim e ambas quiserem fazer isso, eu vou fazer acontecer. Mas não é algo em que estou pensando”, declarou Dana.

Questionado sobre a possibilidade de Valentina retornar aos pesos galos (até 61,2kg), o ‘chefão’ também não se animou com a idéia e afirmou que sempre existirá uma nova lutadora para desafiar a ‘Bullet‘ na divisão dos moscas (até 56,7kg).

“Sempre haverá alguém chegando para desafiar Shevchenko. Não é culpa da Valentina que ela seja uma das mulheres mais malvadas de todos os tempos. Então, fazê-la subir de categoria não é algo que faz muito sentido”, finalizou o ‘chefão’.

Líder dos moscas desde 2018, Valentina Shevchenko manteve o seu reinado ao derrotar a brasileira Jéssica Bate Estaca no UFC 261 no último sábado (24). A combatente possui um cartel de 21 vitórias e três derrotas. Os dois únicos reveses da ‘Bullet’ no Ultimate foram para Amanda Nunes. O primeiro foi realizado em março de 2016 e o segundo aconteceu em setembro de 2017, o último duelo foi válido pelo cinturão dos galos.

Campeã dos galos (até 61,2kg) e dos penas (até 65,7kg) Amanda Nunes é considerada uma das maiores lutadoras da história do MMA Feminino. Em seu cartel, a Leoa possui um histórico de 21 vitórias e quatro derrotas. A brasileira irá enfrentar Julianna Peña no UFC 265 programado para o dia 07 de agosto. O combate será válido pelo cinturão dos pesos galos.

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments