Daniel Cormier critica possível combate de Georges St-Pierre no boxe: 'É muito arriscado' | SUPER LUTAS

Daniel Cormier critica possível combate de Georges St-Pierre no boxe: ‘É muito arriscado’

Ex-campeão meio-pesado (até 93kg.) e pesado (até 120,2kg.) afirma que canadense estaria arriscando a reputação do MMA no combate contra Oscar De La Hoya

D. Cormier discorda da migração de G. St-Pierre ao boxe. Foto: Montagem SUPER LUTAS

O ex-campeão meio-pesado (até 93kg.) e pesado (até 120,2kg.) Daniel Cormier acredita que o presidente do Ultimate, Dana White, agiu corretamente ao negar a Georges St-Pierre uma oportunidade de enfrentar Oscar De La Hoya em uma luta de boxe. Para ele, uma possível derrota do canadense seria prejudicial para a comunidade de MMA.

Veja Também

“Acho que é muito arriscado para nós, como comunidade, ter um cara como Georges St-Pierre lutando contra Oscar De La Hoya. Em termos financeiros, é ótimo para GSP. Mas é muito arriscado. Se o ‘maior de todos os tempos’ perder, será uma má aparência, seja nocauteado ou simplesmente dominado por um boxeador de 55 anos”, palpitou DC em seu programa ‘DC & Helwani’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar de considerar Georges St-Pierre, Daniel Cormier falou sobre suas possibilidades em um possível confronto contra um ex-campeão como Oscar De La Hoya. Segundo o norte-americano, seria normal pensar em uma derrota do canadense.

“Não conseguimos acreditar que St-Pierre pode vencer Oscar De La Hoya em uma luta de boxe. É a realidade. Não importa, o cara é um boxeador campeão olímpico. É por isso que não quero ver. É muito arriscado. Talvez GSP ganhe, mas não acredito nisso. É melhor nem mesmo fazer isso mesmo”, concluiu o ex-lutador e atual comentarista.

Ainda que esteja aposentado para o MMA, St-Pierre tem um contrato vigente com o UFC. Portanto, para competir por qualquer outra companhia, o canadense precisa ter a permissão de Dana White. Por sua vez, o ‘chefão’ rejeitou a ideia de deixá-lo lutar contra Oscar De La Hoya.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments