Em luta técnica e tensa, José Aldo bate Pedro Munhoz por pontos no UFC 265 e confirma boa fase nos galos | SUPER LUTAS

Em luta técnica e tensa, José Aldo bate Pedro Munhoz por pontos no UFC 265 e confirma boa fase nos galos

Em luta técnica e tensa, José Aldo bate Pedro Munhoz por pontos no UFC 265 e confirma boa fase nos galos

J. Aldo (esq.) derrotou P. Munhoz (dir.) no UFC 265. Foto: Reprodução/Instagram

Quem esperava emoção, acertou. Na luta co-principal do UFC 265, realizado neste sábado (7), em Houston (EUA), José Aldo e Pedro Munhoz deram um verdadeiro show de técnica e tensão. Em luta válida no peso galo (até 61,2kg.), os atletas deixaram tudo no octógono e, ao fim de três rounds, o manauara levou a vitória na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

Neste fim de semana, Aldo subiu no octógono para defender a quinta posição nos galos e tentar se reaproximar de uma disputa de cinturão na categoria. Por três assaltos, a lenda do peso pena (até 65,7kg.) voltou a mostrar que ainda é um dos melhores brasileiros na organização.

Com o triunfo, José confirmou a boa fase dentro da divisão. Agora, o manauara chega ao segundo resultado positivo no grupo liderado por Aljamain Sterling.

Destaque dos galos por anos, Pedro perdeu a chance de encostar no grupo dos cinco mais bem colocados na divisão. Com o revés, o paulista deve seguir na nona posição.

A luta

Logo no início da luta, Munhoz tomou a iniciativa com um chute rodado, que parou na guarda do manauara. Pedro seguiu insistindo nos chutes, enquanto Aldo tentava encontrar a distância. José tentava entrar no raio de ação do adversário com jabs e o compatriota mostrava concentração. Os lutadores seguiram se testando com ataques no centro do octógono. Na metade do assalto, o ex-campeão dos leves conectou uma joelhada de encontro no rosto de Munhoz, que balançou, mas se recuperou rapidamente. Munhoz tentou responder, mas o manauara estava seguro nas esquivas. O duelo seguia técnico e tenso. No minuto final, os galos partiram para a trocação franca. Enquanto Aldo atacava a linha de cintura, Pedro agredia com combinações na cabeça. A etapa acabou com Munhoz soltando um chute rodado no vazio.

No segundo round, Aldo desferiu o primeiro ataque, com um jab. Pedro respondeu com uma sequência, defendida pelo adversário. José voltou a atacar o compatriota com uma combinação limpa de cruzado e direto. O manauara seguiu mais agressivo e agrediu o rival com um gancho na linha de cintura. Munhoz respondeu com um cruzado no rosto do ex-campeão dos penas. Pedro voltou a surpreender o oponente com um direto, mas Aldo não deixava as investidas sem resposta. A tensão seguia no octógono, com os atletas promovendo um show de luta em pé. Na reta final, Aldo voltou a conectar um gancho limpo na linha de cintura do compatriota, mas Munhoz respondeu com um direto certeiro no rosto. O assalto acabou com os atletas se estudando no centro do octógono.

A última etapa começou com uma trocação franca entre os galos. Aldo e Munhoz foram para o tudo ou nada, levantando o público. A luta continuava equilibrada, com chance de vitória para os dois lados. Perto da metade da etapa, José passou a pontuar com jabs e chutes baixos. O manauara voltou a agredir o rival com um direto limpo no rosto. Pedro absorvia bem os ataques e continuava caminhando para frente. Com um chute baixo, Aldo conseguiu derrubar Munhoz, que se levantou rapidamente. Pedro descontou a investida com um cruzado de direita. José voltou a pontuar com uma combinação de socos, seguida de um chute baixo. Pedro mostrava muita resistência, mas levava desvantagem. Nos segundos finais, Munhoz lançou um chute rodado no vazio. Aldo lançou nova combinação e seguiu magoando o rosto do oponente, até que o gongo soou.

RESULTADOS DO UFC 265

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Ciryl Gane derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 4m11s do R3– Luta pelo cinturão interino

Peso galo: José Aldo derrotou Pedro Munhoz  na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Vicente Luque finalizou Michael Chiesa com um triângulo de mão a 3m25s do R1

Peso palha: Tecia Torres derrotou Angela Hill na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Song Yadong derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Bobby Green na decisão un6anime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Vince Morales derrotou Drako Rodriguez na decisõa unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado: Alonzo Menifield derrotou Ed Herman na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Jessica Penne finalizou Karolina Kowalkiewicz com uma chave de braço a 4m32s do R1

Peso mosca: Manel Kape derrotou Ode Osbourne por nocaute a 4m44s do R1

Peso galo: Miles Johns derrotou Anderson Berinja por nocaute a 1m16s do R3

Peso mosca: Melissa Gatto derrotou Victoria Leonardo por nocaute técnico (interrupção médica por lesão no braço) a 5m do R2

Peso galo: Johnny Munoz finalizou Jamey Simmons com um mata-leão a 2m45s do R2

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments