Pai de Tyson Fury revela que o peso pesado pode migrar para o MMA em breve | SUPER LUTAS

AO VIVO

Siga o UFC Las Vegas 37 com 2 brasileiros. AO VIVO!

Pai de Tyson Fury revela que o peso pesado pode migrar para o MMA em breve

Em entrevista ao canal no youtube 'JOE', John Fury afirmou que o seu filho deve fazer a migração quando se aposentar na nobre arte e cravou que ele será bem sucedido

T. Fury após uma de suas lutas na nobre arte Foto: Instagram

Enquanto alguns atletas e ex-atletas de MMA estão buscando duelos de boxe de olho nas altas cifras pagas de bolsa, o campeão peso pesado Tyson Fury pode fazer o caminho contrário. O pai do pugilista, John Fury afirmou que o seu filho pretende fazer a migração após se aposentar da nobre arte e cravou que ele teria sucesso na nova empreitada. A declaração foi dada em entrevista ao canal ‘JOE‘.

Veja Também

“Pergunte a (Darren) Till. Eles já treinaram juntos. Sei do que ele é capaz e com o treinamento certo, ele poderia fazer isso. Quanto mais difícil fica para Tyson, mais ele gosta. Isso lhe dá mais motivação, ter mais coisas para analisar e abordar. Acho que é isso que Tyson quer. Quando ele finalmente se aposentar do boxe, provavelmente, vai fazer isso. Ele vai se envolver”, declarou John.

Mesmo tendo que passar por uma mudança drástica em caso de migração, John Fury garantiu que com um bom treinamento e ajuda de um grande treinador, o atleta britânico irá se sair bem nas artes marciais mistas.

“Com o treinamento certo, ele vai se sair muito bem. Eu o vi se destacar em diferentes esportes, inclusive no wrestling. Tenho uma idéia. Tyson gosta de se envolver, sei como ele é desde criança. Ele pode usar mais do que suas mãos. Ele é rápido, leve e seu equilíbrio é bom. Acredito que se um grande treinador de MMA ajudar, ele poderia fazer grandes coisas”, finalizou o pai do pugilista.

Campeão dos pesos pesados do WBC (Conselho Mundial de Boxe) e do The Ring, Fury está invicto no esporte com 30 vitórias e um empate. No próximo dia nove de outubro, o lutador de 33 anos irá fazer o seu terceiro duelo contra o norte-americano Deontay Wilder. O primeiro combate, em dezembro de 2018, terminou empatado. Na aguardada revanche, em fevereiro de 2020, Tyson venceu após uma interrupção médica no sétimo round.

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?



Para acompanhar nossa transmissão ao vivo, clique no ‘auto faltante’ tire o ‘mudo’ do player acima

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments