Fedor explica motivo que impediu sua luta com Cigano e justifica escolha por Tim Johnson

Russo afirma que momento dos atletas pesou na decisão de enfrentar o norte-americano; luta acontece neste sábado (23), no Bellator 269

F. Emelianenko (foto) retorna ao Bellator neste sábado (23). Foto: Reprodução/Facebook Bellator

Lenda das artes marciais mistas, Fedor Emelianenko teve seu retorno confirmado em agosto deste ano e, no mesmo período, seu nome foi vinculado ao de Junior Cigano, que havia acabado de ser liberado de seu contrato no UFC. Porém, o russo surpreendeu ao ser anunciado como novo oponente de Tim Johnson no Bellator 269, que acontece neste sábado (23).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, Fedor explicou a escolha por Johnson na volta ao decágono da organização. O peso pesado (até 120,2kg.) afirmou que o norte-americano era uma opção mais adequada pelo atual momento, se comparado ao brasileiro e outros lutadores que também disputavam a oportunidade.

“Cigano, por exemplo, teve uma série de derrotas ao lado (de seu cartel) e também foi demitido do UFC. É por isso que não acho que seria muito adequado lutar contra ele em comparação com Tim Johnson. Sem mencionar que o Bellator surgiu com um monte de opções e Tim era uma escolha bastante óbvia”, afirmou Emelianenko.

PUBLICIDADE:

Ex-campeão do extinto ‘Pride’, Fedor Emelianenko é tido, por muitos, como um dos melhores lutadores de todos os tempos. Em sua carreira, o russo conta com 39 vitórias, seis derrotas e uma luta sem resultado. Ele atua luta desde dezembro de 2019, quando venceu Rampage Jackson por nocaute no primeiro round.

Tim Johnson, por sua vez, possui um cartel de 15 triunfos e sete reveses. O norte-americano competiu pela última vez em junho deste ano, na derrota para Valentin Moldavsky na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?