Daniel Cormier esclarece polêmica em relação a Fedor: ‘acho que é o maior de todos os tempos’

DC deixou claro que se referia a uma janela de tempo específica ao dizer que o russo seria 'mediano' se tivesse lutado no UFC

D. Cormier afirma que F. Emelianenko é o maior peso pesado de todos os tempos (Foto: Reprodução/Instagram)

Dias antes de Fedor Emelianenko retornar ao cage circular e nocautear Tim Johnson na luta principal do Bellator 269, Daniel Cormier se envolveu em polêmica ao afirmar que o peso pesado russo ‘teria sido no máximo mediano’ se tivesse lutado no UFC entre 2009 e 2011, quando chegou a negociar de fato com o Ultimate. Em seu canal pessoal no Youtube, DC fez questão de voltar a falar sobre o assunto para reforçar seu respeito pela lenda russa e esclarecer que estava se referindo a uma janela de tempo específica.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Caras, vamos falar sobre isso. Eu absolutamente amo o Fedor. Durante a semana eu tive essa conversa em meu programa ‘Debate DC’. Discutimos se Fedor poderia ter dominado o UFC do jeito que ele fez no Pride e em todas as outras organizações que ele lutou antes. Eu disse que não, mas em um período de tempo específico. Não disse que o Fedor de 2005, 2004, 2006, 2007 ou 2008 não conseguiria. Não disse isso. Eu disse que na janela entre 2009 e 2012, não acho que ele seria tão bom quanto antes”, explicou Cormier.

Daniel Cormier se disse espantado com as proporções de seu comentário e garantiu que torce por Fedor Emelianenko até hoje.

PUBLICIDADE:

“Não entendo como isso deixou tanta gente brava. Foi provado, naquele período de tempo, que ele não era mais tão efetivo. É simples. Eu amo o Fedor. Se ele luta hoje, eu assisto e torço por ele todas as vezes. O cara é uma das maravilhas do mundo. Não é o tipo de cara que aparece sempre”

Por fim, DC afirmou que, em sua opinião, Fedor Emelianenko é o maior peso pesado de todos os tempos. O ex-campeão de duas divisões do Ultimate criticou a maneira como os atletas são julgados pelas retas finais de suas carreiras.

PUBLICIDADE:

“Ainda acredito que Fedor seja o maior peso pesado de todos os tempos. Eu amo Stipe (Miocic), ele é o melhor peso pesado do UFC de todos os tempos, mas tiro o chapéu para as vitórias que Fedor teve no Pride contra caras como (Minotauro) Nogueira, Arlovski e todos os outros. O fato de ele ainda estar lutando aos 45 anos e nocauteando caras como ele fez com Tim Johnson. Tiro meu chapéu ao GOAT (melhor de todos os tempos). Não tenho problemas com o cara. Estava falando sobre uma janela específica na qual eu não acredito que ele seria tão efetivo como foi nos anos anteriores. Significa que tudo que ele fez no passado não tem valor? Eu odeio como as pessoas são julgadas, porque quando Anderson Silva era o cara, todos chamavam ele de GOAT, mas quando ele estava com 41, 42 anos e começou a perder lutas, de repente deixou de ser o GOAT? Vamos julgá-lo pelo final de sua carreira e desvalorizar todas as coisas que ele fez no auge? Não funciona assim. Não podemos desvalorizar Fedor Emelianenko”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?