Covington crava que bateria Chimaev e ironiza drama do sueco contra Covid-19: ‘Caiu para uma gripezinha’

Norte-americano questiona talento do novo pupilo do UFC e faz comparação infeliz sobre sequelas do lutador junto à doença

C. Covington voltou sua mira para K. Chimaev. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Inserido na mesma categoria de peso que Khamzat Chimaev, Colby Covington não entende a comoção em volta do sueco, que brilha no UFC. Desafiante ao cinturão dos meio-médios (até 77kg.), o norte-americano voltou a causar e questionou o talento do lutador. Em declaração polêmica, o combatente ironizou a resistência da promessa, que viveu momentos de tensão com sequelas da Covid-19.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Cara de Sapato se torna campeão dos meio-pesados na PFL Foto Instagram @caradesapato

“Ele precisa de muito mais trabalho do que vencer três lutas no UFC. Vocês elevam esses caras muito cedo, mas não vamos nos esquecer que ele foi derrubado por uma ‘gripezinha”, disparou Covington, em coletiva de imprensa para o UFC 268, e minimizando a pandemia da Covid-19.

Infectado com o coronavírus em dezembro de 2020, Khamzat viveu um verdadeiro pesadelo. Depois de não se recuperar bem da enfermidade, o jovem de 27 anos chegou a anunciar publicamente sua aposentadoria precoce, já que não estava conseguindo render nos treinamentos. A atitude precipitada de Chimaev também foi motivo de ‘piadas’ de Colby.

PUBLICIDADE:

“Ele estava pronto para se aposentar por conta de uma gripe comum. Existe uma porcentagem de 99.9% de sobrevivência. Ele estava pronto para desistir e se aposentar. Ele não quer me enfrentar. Ele tem menos de 99,9% de chances contra mim”, encerrou.

Sem poder treinar em alto nível por meses, Chimaev acabou passando pelo maior hiato em sua carreira como profissional no MMA. Acostumado a se manter ativo nas competições, o atleta conseguiu retornar ao octógono pouco mais de um ano após sua última apresentação.

PUBLICIDADE:

Na volta, no entanto, Khamzat deu show. Sem ao menos ser tocado, o sueco atropelou Li Jingliang com uma finalização logo no primeiro round.

PUBLICIDADE:

Sempre afiado nas provocações, Colby será uma das estrelas principais do UFC 268. Neste sábado, o norte-americano realiza a aguardada revanche contra o campeão dos meio-médios, Kamaru Usman, em disputa pelo cinturão do grupo.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?