Vicente Luque abre as portas para luta contra Leon Edwards valendo chance de disputar o cinturão

Meio-médio brasileiro acredita que duelo contra o britânico 'tiraria qualquer dúvida' sobre quem deve lutar pelo título da divisão

V. Luque (esq.) abre as portas para duelo contra L. Edwards (dir.). Foto: Montagem SUPER LUTAS

A lesão de Jorge Masvidal e, consequentemente, o cancelamento da luta contra Leon Edwards no UFC 269 contribuíram para bagunçar ainda mais o topo da divisão dos meio-médios (até 77 kg) do UFC. Apesar de o britânico afirmar que não aceita nenhum substituto e que vai esperar por uma luta contra o campeão Kamaru Usman, existe uma fila de lutadores dispostos a enfrentá-lo. Entre eles o brasileiro Vicente Luque.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao site Ag. Fight, Vicente Luque afirmou que está pronto para substituir Jorge Masvidal e enfrentar Leon Edwards em dezembro.

“Aceitaria (a luta). Vi muita gente comentando sobre essa luta e eu não me manifestei muito porque tinha muita gente pedindo. Estou sempre pronto, não consegui bater o peso para ficar de reserva de Kamaru (Usman) e Colby (Covington), mas recebi a notícia com dez dias. Se o UFC me chamar eu vou estar dentro e assinar contrato. Um mês é tranquilo para bater o peso e ainda teria um tempo para fazer um bom treino”, garantiu.

PUBLICIDADE:

De acordo com Vicente Luque, um duelo contra Leon Edwards seria importante para “tirar qualquer dúvida” a respeito de quem deve ser o próximo desafiante ao cinturão de Kamaru Usman.

“Acho que tiraria qualquer dúvida. Tem gente que acha que eu devo disputar o cinturão, tem gente que acha o Leon. Ele está com sequência grande de vitórias, mas eu tenho feito um estrago na categoria, com vitórias, então uma luta entre nós dois tiraria qualquer dúvida e seria o próximo desafiante para o Kamaru”, analisou o brasileiro.

PUBLICIDADE:

Vicente Luque e Leon Edwards se enfrentaram em 2017, com vitória do britânico por decisão unânime. De lá pra cá, o brasileiro tem dez vitórias e apenas uma derrota no octógono, enquanto Edwards emplacou mais sete vitórias e uma luta sem resultado.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS